Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.925,60
    -1.560,41 (-1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.457,55
    -227,31 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,49
    +0,27 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.817,20
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    16.963,03
    -190,14 (-1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,44
    -4,71 (-1,16%)
     
  • S&P500

    4.076,57
    -3,54 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    34.395,01
    -194,76 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.558,49
    -14,56 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.040,50
    -22,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4726
    +0,0761 (+1,41%)
     

Inflação na zona do euro provavelmente está perto do pico, diz de Guindos, do BCE

Luis de Guindos, vice-presidente do BCE

MILÃO (Reuters) - A inflação na zona do euro rondará o nível atual ao longo dos próximos meses antes de começar a cair em algum momento durante o primeiro semestre de 2023, disse o vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos, nesta quinta-feira.

Falando em um evento financeiro em Milão, de Guindos disse que a inflação provavelmente está em seu pico ou perto dele.

"Para a (inflação geral)... acho que estamos lá em termos de pico, talvez uma casa decimal para cima ou para baixo, vai ficar rondando, mas acho que no primeiro semestre do ano que vem veremos uma declínio", afirmou.

(Por Valentina Za)