Mercado fechará em 4 h 6 min
  • BOVESPA

    130.702,62
    +1.261,59 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.244,14
    -42,32 (-0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,30
    +0,39 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.865,10
    -14,50 (-0,77%)
     
  • BTC-USD

    40.665,79
    +4.605,68 (+12,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.010,60
    +41,75 (+4,31%)
     
  • S&P500

    4.237,69
    -9,75 (-0,23%)
     
  • DOW JONES

    34.258,81
    -220,79 (-0,64%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.032,00
    +37,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1365
    -0,0561 (-0,91%)
     

Inflação na zona do euro deve subir mais no 2º semestre e então cair, diz Lagarde

·1 minuto de leitura

FRANKFURT (Reuters) - A inflação na zona do euro deve subir mais na segunda metade de 2021 e então cair conforme fatores temporários perderem força, afirmou nesta quinta-feira a presidente do BCE, Christine Lagarde.

A inflação na zona do euro subiu a 2% no mês passado devido ao aumento nos preços da energia no ritmo mais forte desde o final de 2018, indo acima da meta do BCE de "abaixo mas perto de 2%".

Economistas consultados pela Reuters esperam que a inflação na zona do euro fique em 1,8% este ano, antes de cair a 1,3% em 2022 e 1,5% em 2023.

(Reportagem de Francesco Canepa)