Mercado fechado

Inflação na cidade de São Paulo acelera pela 8ª semana seguida, aponta IPC-Fipe

·1 minuto de leitura

A alta foi concentrada em três das sete classes analisadas: alimentação, despesas pessoais e vestuário Marcelo Camargo/ABr/Arquivo A cidade de São Paulo registrou inflação de 1,07% na chamada terceira quadrissemana de setembro, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Na mesma leitura em 2019, o IPC da Fipe havia ficado em 0,03%. Já a imediatamente anterior à divulgada hoje, a segunda do mês, ficou em 1,05%. Na terceira medição do mês passado, a inflação acumulada era de 0,50% nos 30 dias até a data. Trata-se da oitava aceleração consecutiva do indicador com coleta e divulgação semanais, que teve seu piso recente em 0,22%, registrada na terceira medição de julho. A alta foi concentrada em três das sete classes de despesa analisadas: Alimentação (1,70% para 1,87%), Despesas Pessoais (1,15% para 1,35%) e Vestuário (0,29% para 0,42%) As demais verificaram desaceleração da inflação ou repetiram a variação de preços da medição imediatamente anterior: Habitação (0,98% para 0,85%), Transportes (0,75% para 0,75%), Saúde (0,64% para 0,41%) e Educação (0,00% para 0,00%). Essa leitura comparou os preços coletados de 24 de agosto a 22 de setembro com os registrados entre 24 de julho e 23 de agosto. A próxima divulgação, com a inflação do mês de setembro fechado, acontecerá no dia 2 de outubro.