Mercado fechará em 4 h 59 min
  • BOVESPA

    117.737,10
    +539,28 (+0,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.008,05
    +162,22 (+0,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,61
    +0,85 (+0,97%)
     
  • OURO

    1.720,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    20.066,19
    +171,54 (+0,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,16
    -5,96 (-1,29%)
     
  • S&P500

    3.774,38
    -8,90 (-0,24%)
     
  • DOW JONES

    30.174,45
    -99,42 (-0,33%)
     
  • FTSE

    6.981,41
    -71,21 (-1,01%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,77 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.604,25
    -19,50 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1065
    -0,0297 (-0,58%)
     

Inflação implícita cai ao menor nível em mais de um ano

(Bloomberg) -- A inflação implícita de dois anos caiu para o nível mais baixo desde setembro de 2021, em meio à queda acentuada nos preços ao consumidor, juntamente com cotações mais baixas de commodities e o aumento da demanda por títulos pré-fixados.

Os operadores estão reduzindo suas expectativas depois de dois meses seguidos de deflação no IPCA, em julho e agosto. Embora a maior parte da queda tenha vindo de cortes de impostos sobre combustíveis, foi o suficiente para convencer os participantes do mercado de que uma tendência de longo prazo pode estar se consolidando. A inflação implícita nas NTN-Bs atingiu 5,16% na segunda-feira, ante mais de 7% em maio e junho.

Analistas preveem que a inflação cairá para 5,17% até o final de 2023, de acordo com a pesquisa Focus divulgada na segunda-feira, abaixo dos 5,27% da semana passada. A queda dos preços do petróleo, quase 20% abaixo do pico de junho, ajudou a reduzir as expectativas de inflação implícita. As previsões mais moderadas no Brasil contrastam com a inflação nos EUA, que mostrou preços em alta, numa indicação de que mais aumentos de juros provavelmente estão à frente para o maior mercado do mundo.

A procura por títulos pré-fixados também pode ter contribuído para o recuo da inflação implícita, já que os operadores procuram apostar em juros mais baixos na barriga da curva. A implícita reflete a diferença entre títulos prefixados e os referenciados à inflação.

Embora o recuo possa ser visto como uma vitória para o Banco Central após um ciclo acentuado de aperto monetário, a batalha está longe de terminar, pois as expectativas e as implícitas ainda são significativamente maiores do que a meta de 1,5% a 4,5% para 2024.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.