Mercado fechado

Inflação anual na Colômbia chega a 12,22% em outubro, a maior em mais de 23 anos

BOGOTÁ (Reuters) - A Colômbia registrou uma inflação de 0,72% em outubro, o que está próximo do esperado pelo mercado e segue refletindo as pressões derivadas de um consumo robusto e da desvalorização da moeda local, segundo dados do Departamento Nacional de Estatísticas (Dane) divulgados neste sábado.

Segundo a média de uma pesquisa da Reuters, o mercado projetava inflação de 0,70% em outubro.

A variação se compara com 0,01% de outubro do ano passado e 0,93% no último mês de setembro.

A inflação em outubro foi impulsionada principalmente por uma alta de 1,21% dos preços de alimentos e bebidas não alcoólicas; 1,09% em transportes; 0,90% em bens e serviços diversos e 0,89% em entretenimento e cultura, especificou o Departamento.

Entre janeiro e outubro, os preços ao consumidor subiram 10,86%, muito além dos 4,34% do mesmo período de 2021.

No acumulado dos últimos 12 meses até outubro, a inflação alcançou 12,22%, em comparação com 4,58% no mesmo período do ano anterior, a mais alta desde março de 1999 e mais de quatro vezes acima da meta estabelecida pelo Banco Central, de 3%.

(Por Nelson Bocanegra)