Mercado abrirá em 8 h 20 min
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,62
    +2,13 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.672,00
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    19.114,45
    -202,05 (-1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    434,60
    -8,83 (-1,99%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.018,62
    -204,21 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    26.053,18
    +115,97 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    10.976,25
    -59,25 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3114
    +0,0035 (+0,07%)
     

Infiéis nas finanças: 11% dos casais brasileiros fazem compras escondidas do parceiro

Infiéis nas finanças? Foto: Getty Images.
Infiéis nas finanças? Foto: Getty Images.
  • 25% dos homens fazem compras escondidos da companheira ou do companheiro;

  • 20% das mulheres fazem compras escondidas do companheiro ou da companheira;

  • 28% dos entrevistados disseram que têm um controle financeiro conjunto.

Pesquisa realizada pela Onze, fintech de saúde financeira e previdência privada, com 1.493 casais de todo o Brasil mostra que um em cada (25%) quatro homens faz compras escondido da companheira ou do companheiro, ao mesmo tempo que uma em cada (20%) cinco mulheres também o faz.

Em relação à frequência, 11% de todos os entrevistados afirmaram que têm essa conduta uma vez por mês. Já 5% disseram que compram escondidos uma vez a cada três meses.

Enquanto isso, 4% responderam que o fazem uma vez por semana e 3%, uma vez ao ano. Os 77% restantes alegaram que não compram escondidos dos parceiros e parceiras.

Leia também:

Quanto à transparência da conduta, 83% dos homens acreditam que sua companheira ou seu companheiro mantêm os ganhos e controle financeiro abertos; 77% das mulheres pensam da mesma forma. Sobre as próprias contas, somente 18% das entrevistadas e 11% dos homens escutados relataram que não são 100% sinceros com a outra pessoa da relação.

Dos que disseram esconder determinadas compras, 28% alegaram que mantêm controle financeiro em conjunto. Já 24% apontaram que não têm nenhum controle financeiro, nem mesmo de forma individual; 17% afirmaram que usufruem do próprio planejamento das finanças; 23% alegaram que somente uma pessoa no casal administra esse dinheiro; e somente 8% planeja uma conta de casal e outra pessoal.

De todos os entrevistados, 24% afirmaram que não têm nenhum controle financeiro. Já entre os casais, 38% disseram que não possuem nenhum manejo das finanças. Dessas pessoas, 65% afirmaram que não usam conta conjunta; 17% disseram ter esse tipo de conta; e somente 5% alegaram que possuem uma conta conjunta e outra individual.