Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.369,10
    +862,91 (+1,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Indicador de Bitcoin aponta maior nível de medo do mercado em um ano

Nicholas Pongratz
·2 minuto de leitura

O Índice de Medo e Ganância do Bitcoin (BTC) está em seu nível mais baixo em quase um ano, apontando medo do mercado.

Com apenas 26 pontos, indicando medo, o índice está agora em seu nível mais baixo desde o dia 28 de abril de 2020.

Fonte: Índice de Medo e Ganância do Bitcoin
Fonte: Índice de Medo e Ganância do Bitcoin

O Índice de Medo e Ganância analisa as emoções e sentimentos de diferentes participantes do mercado e, em seguida, os agrega em uma única métrica. O índice é baseado na premissa de que o comportamento do mercado, como qualquer outro, é baseado pelas emoções de seus agentes.

Esses agentes agem principalmente com ganância ou medo. Quando os preços dos ativos sobem, as pessoas não querem perder a oportunidade de lucro e acabam sendo influenciadas pela ganância. Por outro lado, quando há uma queda nos preços, as pessoas passam a ficar com medo, o que pode contribuir com a liquidação de suas posições.

Quando o índice indica um alto nível de ganância, pode significar que o mercado precisa de uma correção de preço. Já um alto nível de medo pode indicar uma potencial oportunidade de compra. Os dados atuais do mercado estão refletindo justamente este último sentimento.

Mercado de criptomoedas em recuperação

De acordo com o agregador CoinGecko, o mercado de criptomoedas está em grande recuperação neste momento. Depois da queda da última sexta-feira (23), a capitalização do mercado subiu novamente acima dos US$ 2 trilhões.

Enquanto isso, as principais criptomoedas tiveram altas durante as últimas 24 horas. Depois de cair para US$ 48.000 neste domingo (25), o Bitcoin subiu novamente acima do suporte de US$ 50.000. Atualmente, a moeda está sendo negociada próxima dos US$ 54.000, aumento de mais de 6%.

A Ethereum (ETH) também teve um aumento de 6% e engata bom desempenho recente, valorizando 11% na semana e 15% nas últimas duas semanas. A Binance Coin (BNB) possui valorização um pouco menor, acima dos 4%. Embora a Ripple (XRP) tenha sofrido, caindo mais de 12% na semana passada, o token também teve uma grande alta nas últimas 24 horas.

Dominância do Bitcoin

Outro bom indicador do mercado de criptomoedas é o que mostra a dominância do Bitcoin. Ele representa a participação que a criptomoeda tem na capitalização total do mercado. Consequentemente, esta métrica é incluída no Índice de Medo e Ganância.

Segundo os índices, uma maior dominância do Bitcoin representa medo no mercado em geral, à medida que o interesse por altcoins mais especulativas cai. Enquanto isso, uma dominância mais baixa indica uma tolerância maior a riscos. O domínio do Bitcoin tem caído nos últimos meses, atingindo recentemente o nível mais baixo desde 2018. Atualmente, o indicador está em 48,7%.

O artigo Indicador de Bitcoin aponta maior nível de medo do mercado em um ano foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.