Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.325,92
    -69,94 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Indicador antecedente de emprego do Brasil sobe em dezembro mas fecha 2022 com viés negativo, diz FGV

Pessoas buscam emprego em listagem de vagas no centro de São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O Indicador Antecedente de Emprego do Brasil subiu em dezembro mas encerrou 2022 com viés negativo diante de expectativas de desaceleração da economia, de acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, subiu 1,6 ponto em dezembro e foi a 74,7 pontos, após dois meses seguidos de queda. No entanto, segundo a FGV, o indicador termina o ano com saldo negativo de 7,1 pontos.

"O IAEmp voltou a subir em dezembro, mas é preciso cautela para interpretar esse resultado. A alta desse mês (dezembro) compensa apenas cerca de 15% do que foi perdido nos meses anteriores e o ano encerra com viés negativo com o resultado do último trimestre", afirmou em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV Ibre.

Segundo ele, o patamar baixo do indicador parece refletir o cenário macroeconômico negativo e desafiador para o ano de 2023.

"Com a expectativa de uma desaceleração da economia, o mercado de trabalho tende a reagir de maneira negativa e dificilmente voltará, no curto prazo, à trajetória ascendente que teve em parte do ano de 2022", completou Tobler.

Os componentes do IAEmp mostram que em dezembro as principais contribuições positivas vieram dos indicadores que medem a Situação Atual e Tendência dos Negócios, ambos na indústria, além do índice que avalia o Emprego nos próximos meses do consumidor.

(Por Camila Moreira)