Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    61.734,38
    -1.720,12 (-2,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

Aval de Volpi e custo zero; bastidores de William, 5º reforço do SP

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
William estava no México desde 2013 (Mauricio Salas/Getty Images)
William estava no México desde 2013 (Mauricio Salas/Getty Images)

O São Paulo espera anunciar nas próximas horas a contratação do meia William, de 34 anos, que estava no Toluca, do México. O jogador revelado na base do Palmeiras chega sem custos, por indicação de Tiago Volpi e assina contrato até dezembro. A informação do acordo foi antecipada pelo GE.

Volpi e William se tornaram muito amigos enquanto defenderam o Querétaro, entre 2014 e 2015. O goleiro passou ótimas referências ao parceiro sobre o Tricolor e o incentivou a trocar o México pelo Brasil depois de quase oito temporadas.

Leia também:

O meia, que ficou conhecido por causa de problemas cardíacos enquanto ainda defendia o Palmeiras, deixou o país em 2012, quando defendia o Joinville. Esteve uma temporada no Busan IPark, da Coreia do Sul, e depois jogou por Querétaro de 2013 a 2015, no América de 2015 a 2018, e no Toluca desde então.

Vale a lembrança que William foi diagnosticado, aos 19 anos, com um bloqueio do ramo esquerdo do coração, acompanhado de arritmia cardíaca e suspeita de miocardia.

Em 2004, depois das disputas da Copa São Paulo, o atleta foi diagnosticado com bloqueio do ramo esquerdo, seguido de arritmia e suspeita de miocardia. O tratamento se baseou no controle por meio de exames, mas não houve a necessidade do uso de medicamentos ou de uma intervenção cirúrgica.

No México, foram 209 partidas e 26 gols. O atual momento dele no Toluca, porém, não era dos melhores. Titular até a virada do ano, o brasileiro perdeu espaço e só jogou sete minutos nos últimos dois meses.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola