Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,34
    +0,57 (+0,52%)
     
  • OURO

    1.863,90
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    29.632,22
    +475,21 (+1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    660,49
    +4,67 (+0,71%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.484,35
    -29,09 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.680,30
    -67,84 (-0,25%)
     
  • NASDAQ

    11.815,50
    +44,50 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1647
    -0,0075 (-0,15%)
     

Indian Oil investirá US$ 944 milhões em infraestrutura de gás natural

·1 min de leitura

Por Nidhi Verma

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Indian Oil Corp, maior refinaria e varejista de combustível do país, pretende investir 70 bilhões de rúpias (o equivalente a 944,02 milhões de dólares) para construir infraestrutura de rede de gás, incluindo gasodutos, em novas áreas do país, disse a empresa neste domingo.

A Indian Oil disse que obteve nove licenças para vender gás a residências, automóveis e pequenas indústrias, representando cerca de um terço do potencial de demanda em 61 áreas geográficas em vários estados que foram recentemente leiloadas pelo Board de Petróleo e Gás Natural.

As novas licenças concedidas à Indian Oil referem-se aos principais distritos de alguns Estados indianos.

A empresa já está trabalhando em projetos de comercialização de gás no valor de 200 bilhões de rúpias.

O primeiro-ministro, Narendra Modi, pretende aumentar para 15% a participação do gás natural na matriz energética da Índia até 2030, saindo dos atuais 6,2%.

O gás natural, embora ainda seja um combustível fóssil, emite menos CO2 do que o carvão.

A Índia, terceira maior emissora de gases de efeito estufa no planeta, estabeleceu uma meta de chegar a emissão líquida zero de carbono até 2070.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos