Mercado fechado

Independiente del Valle recebe Flamengo pela liderança do grupo na Libertadores

·3 minutos de leitura
Jogadores do Flamengo celebram a conquista da Copa Libertadores de 2020, após final contra o argentino River Plate en Lima, Peru.
Jogadores do Flamengo celebram a conquista da Copa Libertadores de 2020, após final contra o argentino River Plate en Lima, Peru.

O equatoriano Independiente del Valle e Flamengo se reencontram nesta quinta-feira em Quito, agora pela disputa da liderança do Grupo A da Copa Libertadores, em uma partida que reúne as duas equipes que decidiram a Recopa Sul-Americana, vencida pelos brasileiros . 

O duelo será Estádio Olímpico Atahualpa, na capital do Equador, às 21h00 (hora de Brasília). 

Os donos da casa, campeões da Copa Sul- Americana em 2019, e o Rubro-Negro, atual campeão da Libertadores, lideram a chave com seis pontos, após vitórias sobre o equatoriano Barcelona de Guayaquil e o colombiano Junior de Barranquilla, nas duas primeiras rodadas. O Barcelona e o Junior se enfrentam em Guayaquil (sudoeste) também na quinta-feira.

- De volta à altitude -

O time carioca retorna aos 2.850 metros de altitude de Quito para superar os equatorianos, que perderam o título da Recopa nos pênaltis, após empate por 2 a 2 no tempo normal, em fevereiro passado. 

No entanto, o Rubro-Negro volta cidade equatoriana com caras novas para esta disputa, a começar pelo técnico, o espanhol Domènec Torrent, que substituiu o bem sucedido português Jorge Jesús. 

Ao assumir o cargo em agosto passado, Torrent destacou que "o Flamengo é um dos grandes clubes do mundo" e que "estamos prontos, prontos para tentar conquistar títulos e jogar bem". 

No jogo desta quinta, o goleiro Diego Alves, com diagnóstico positivo para covid-19 no início do mês, será afastado e será substituído por César.

Torrent tem à disposição o lateral-esquerdo Filipe Luis e o meia uruguaio Arrascaeta, recuperado de problemas físicos, além do lateral chileno Mauricio Isla, recentemente contratado. 

Nas duas primeiras partidas antes da interrupção da pandemia, em março, ainda sob o comando de Jorge Jesús, o Flamengo derrotou Junior por 2 a 1, em Barranquilla, e o Barcelona, por 3 a 0, no Rio de Janeiro.

- Dar '110%' -

O Independiente del Valle, motivado por ser o líder do torneio equatoriano, buscará se manter uma invencibilidade de 16 jogos em casa pela Libertadores (11 vitórias e 5 empates), torneio em que ainda disputou a final de 2016 contra o colombiano Atlético Nacional. 

"Desde a última vez que nos encontramos, eles nos mostraram que têm uma força muito grande", disse o meia argentino Cristian Pellerano. 

"Vamos ter que estar 110% em todos os aspectos para conseguir a vitória", acrescentou.

 Sob o comando do espanhol Miguel Ángel Ramírez, os equatorianos vão apelar para o seu jogo fechado na defesa e seus contra-ataques em velocidade pelas laterais, sem perder a atenção para as virtudes ofensivas mortais do Flamengo. 

O Independiente venceu o Barcelona (3-0) como visitante e superou o Júnior (3-0) em casa, nas duas partidas do Grupo A. 

O encontro terá como árbitro o colombiano Wilmar Roldán, auxiliado por seus compatriotas Miguel Roldán e Sebastián Vela. 

Possíveis escalações:

Independiente del Valle: Jorge Pinos - Beber Caicedo, Luis Segovia, Richard Schunke, Ángel Preciado - Cristian Pellerano, Moisés Caicedo, Lorenzo Faravelli, Fernando Guerrero - Jacob Murillo y Gabriel Torres. 

Técnico: Miguel Ángel Ramírez. 

Flamengo: César - Mauricio Isla, Rodrigo Caio, Leo Pereira, Filipe Luis - William Arão, Gerson, Everton Ribeiro - Giorgian de Arrascaeta - Gabriel Barbosa y Bruno Henrique. 

Técnico: Domènec Torrent.

dsl/ma/lca