Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.750,60
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    43.481,29
    +876,18 (+2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,84 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +0,25 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2553
    +0,0303 (+0,49%)
     

Indenizações por seguro rural pagas no Brasil caem 5,5% no 1º semestre a R$1,7 bi

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O valor de indenizações pagas pelas seguradoras a produtores rurais do Brasil atingiu 1,7 bilhão de reais no primeiro semestre de 2021, queda de 5,55% em relação a igual período do ano passado, informou o Ministério da Agricultura nesta segunda-feira.

De acordo com números da pasta, nos seis primeiros meses de 2020 os sinistros pagos àqueles que contrataram seguro rural somavam 1,8 bilhão de reais --no ano completo, o valor total pago pelas seguradoras chegou a 2,5 bilhões de reais.

Ao publicar os números, a pasta defendeu que os produtores incorporem a prática de contratar o seguro rural às suas atividades, já que a medida protege o agricultor em caso de uma quebra de safra, por exemplo.

Neste ano, boa parte das lavouras brasileiras têm sido afetada por problemas climáticos, incluindo seca e geadas, que atingiram áreas de commodities como milho e café.

"O produtor rural precisa incorporar o seguro no seu custo de produção, deve ser um item permanente em todas as safras, o custo benefício da contratação é vantajoso", disse em nota o secretário de Política Agrícola do ministério, Guilherme Bastos.

"O seguro rural é uma proteção indispensável para a produção agropecuária, ajuda a manter a capacidade financeira do produtor em caso de perdas e evita a necessidade de renegociar o custeio da safra", acrescentou.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos