Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,87
    -0,48 (-0,78%)
     
  • OURO

    1.794,50
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    53.538,06
    -2.377,32 (-4,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.236,08
    -26,88 (-2,13%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.704,61
    +82,69 (+0,29%)
     
  • NIKKEI

    29.103,94
    +595,39 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.907,75
    -11,50 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7071
    +0,0051 (+0,08%)
     

Indústria de máquinas e equipamentos tem alta de vendas em fevereiro

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O setor fabricante de máquinas e equipamentos do Brasil teve em fevereiro alta de 18% na receita líquida sobre o mesmo período do ano passado, para 13,87 bilhões de reais, encerrando o primeiro bimestre com elevação de 27,4%, informou a associação que representa a indústria, Abimaq, nesta quarta-feira.

O uso da capacidade instalada do setor atingiu 74,8% em fevereiro, estável ante janeiro e acima dos 73,9% de fevereiro de 2020.

"Quando a capacidade está em 75%, isso acende uma luz amarela. Quando chega a 75%, já começam os planos de compra de máquinas, porque se vier mais encomendas a empresa não vai conseguir atender", disse o presidente da Abimaq, José Velloso, em conferência online.

(Por Alberto Alerigi Jr.)