Mercado abrirá em 3 h 59 min
  • BOVESPA

    119.371,48
    -690,52 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.092,31
    +224,69 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,90
    +0,47 (+0,77%)
     
  • OURO

    1.784,60
    +2,60 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    48.749,79
    -5.450,48 (-10,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.112,86
    -130,20 (-10,47%)
     
  • S&P500

    4.134,98
    -38,44 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.815,90
    -321,41 (-0,94%)
     
  • FTSE

    6.927,52
    -10,72 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    29.078,75
    +323,41 (+1,12%)
     
  • NIKKEI

    29.020,63
    -167,54 (-0,57%)
     
  • NASDAQ

    13.779,00
    +28,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5540
    +0,0124 (+0,19%)
     

Dólar fecha em alta de 1,25%, a R$5,7406

Sede do Banco Central em Brasília

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em forte alta nesta sexta-feira, acima de 5,74 reais, em meio a um expressivo movimento de compras defensivas diante de intensos ruídos sobre a postura do Banco Central em relação ao câmbio e da falta de perspectivas de fluxo e de melhora econômica de curto prazo.

Na semana, o dólar teve a maior alta em nove meses, alavancado por um combo que inclui aumento de percepção de risco político-fiscal e fortalecimento da moeda no exterior.

O dólar à vista subiu 1,25% nesta sexta, para 5,7406 reais. A moeda variou entre 5,6548 reais (-0,26%) e 5,7576 reais (+1,55%).

Na semana, a divisa saltou 4,68%, maior valorização desde a semana encerrada em 19 de junho de 2020 (+5,41%).

Em março, o dólar sobe 2,46%, elevando os ganhos em 2021 para 10,58%.

O real tem o pior desempenho no mundo neste ano.

(Por José de Castro)