Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.674,68
    +943,93 (+2,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Incêndio em centro de artes marciais da China mata 18 pessoas

·1 minuto de leitura

PEQUIM (Reuters) - Um incêndio devastou um centro de treinamento de artes marciais da China durante as primeiras horas desta sexta-feira e matou 18 pessoas, e um veículo da mídia estatal disse que a maioria dos mortos é de crianças que moravam no local.

As chamas irromperam às 3h e mais tarde foram extintas, disse o governo do condado de Zhecheng, na província de Henan, em seu site. Não ficou claro o que causou o incêndio, que também feriu 16 pessoas, quatro delas gravemente, segundo o governo.

A maioria das vítimas fatais foi de alunos de 7 a 16 anos que estavam no segundo andar, noticiou o Diário da Juventude de Pequim em uma reportagem que foi apagada de seu site mais tarde.

Em uma postagem de rede social, o Zhonghong, um veículo de notícias apoiado pelo governo da China, identificou o local como o Centro de Artes Marciais Zhenxing. Nem o Zhenxing, nem seu fundador, Chen Lin, responderam pedidos de comentário.

"Meu filho tem 9 anos, mas não sei nada de sua situação atual. Não nos deixam vê-lo ou visitá-lo", disse Zheng, pai de uma das crianças hospitalizadas.

"Na Zhenxing, as crianças estudavam e praticavam artes marciais de dia e ficavam lá todas as noites. Não sei o que causou o incêndio", disse Zheng à Reuters por telefone.

Outro pai expressou um alivio imenso ao saber que seu filho está entre os sobreviventes.

"Foi uma sorte extrema meu filho ter escapado do incêndio, mas não sei nada específico", disse Xu, de 39 anos.

(Por Ryan Woo; reportagem adicional da redação de Pequim)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos