Mercado fechará em 4 h 27 min
  • BOVESPA

    112.679,20
    +1.495,25 (+1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.246,23
    -131,24 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,87
    +1,59 (+2,59%)
     
  • OURO

    1.712,60
    -3,20 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    49.315,57
    -1.607,55 (-3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    986,85
    -0,36 (-0,04%)
     
  • S&P500

    3.808,27
    -11,45 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.242,40
    -27,69 (-0,09%)
     
  • FTSE

    6.630,74
    -44,73 (-0,67%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.567,75
    -114,00 (-0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7512
    -0,0275 (-0,41%)
     

Incêndio atinge plataforma da Petrobras em Campos

DIEGO GARCIA
·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um incêndio na tarde deste sábado (20) atingiu uma plataforma de petróleo da Petrobras, localizada no campo de Caratinga, na Bacia de Campos, Rio de Janeiro. A Petrobras confirma a informação, mas minimiza o ocorrido dizendo que foi "um princípio de incêndio", enquanto relatos de trabalhadores lotados na unidade falam em algo de "grandes proporções". Em nota, a petroleira afirmou que o acidente ocorreu durante atividade de manutenção em uma tubulação da plataforma P48. A estatal acrescentou que o colaborador que realizava o trabalho teve queimaduras leves e foi atendido na enfermaria, sendo desembarcado de forma preventiva. De acordo com a Petrobras, a vítima passou por avaliação médica e se encontra bem, já em sua casa, e que o incêndio foi controlado pela equipe de emergência. Porém, as informações são diferentes do que informaram sindicatos da categoria. Segundo a FUP (Federação Única dos Petroleiros), em contato com o Sindipetro-NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense), o incêndio durou 1 hora e 30 minutos. Ainda segundo a entidade, o trabalhador acidentado sofreu queimaduras no pescoço, ombros, braços e costas. A informação dos sindicatos é que ele foi socorrido 2 horas após o incidente, por atendimento aeromédico. Tezeu Bezerra, coordenador do Sindipetro-NF, afirmou que o sindicato vai acompanhar a investigação do acidente. A mesma plataforma havia sofrido um incêndio há quase cinco anos, em março de 2016.