Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    105,89
    +0,13 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.806,30
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    18.923,22
    -1.247,18 (-6,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,82
    -26,65 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.500,25
    -29,25 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5056
    +0,0950 (+1,76%)
     

Incêndio ameaça local com mais de 20 observatórios astronômicos no Arizona

Na madrugada desta sexta-feira, um incêndio alcançou o Observatório Nacional de Kitt Peak (KPNO), no Arizona, um importante complexo que reúne mais de 20 observatórios astronômicos dos EUA. As autoridades locais conseguiram conter o avanço do fogo, mas ainda não há informações sobre danos aos delicados instrumentos.

Chamado "incêndio de Contreras", o fogo começou no dia 11 de junho em um dos picos das montanhas Baboquivari, que ficam ao sul do observatório. Ele foi gerado por um raio que caiu na região, e se alastrou por conta do difícil acesso dos bombeiros ao local.

O observatório abriga mais de 20 importantes telescópios dos EUA (Imagem: Reprodução/Domínio Público)
O observatório abriga mais de 20 importantes telescópios dos EUA (Imagem: Reprodução/Domínio Público)

Além disto, a paisagem seca e quente e os fortes ventos ajudaram a espalhar o incêndio. Nesta quinta-feira, o fogo já havia queimado cerca 46,5 km quadrados da região. À noite, a equipe do observatório decidiu remover árvores e arbustos próximos ao cume sul.

O trabalhou envolveu a limpeza ao redor das cúpulas individuais e de tanques de propano inflamáveis. Aviões foram usados para lançar produtos que retardam o avanço do fogo sobre os principais focos de incêndio na região; e a energia local foi cortada na manhã desta sexta-feira

Avanço do fogo sobre o observatório registrado no dia 16 de junho (Imagem: Reprodução/KPNO)
Avanço do fogo sobre o observatório registrado no dia 16 de junho (Imagem: Reprodução/KPNO)

Nesta madrugada, o fogo atingiu a crista sudoeste do observatório, onde ficam importantes ferramentas da astronomia como os telescópios Hiltner, McGraw-Hill, Very Long Baseline Array Dish e o UArizona. Por enquanto, não há notícias de danos a eles.

Nos últimos dias a temperatura da região de Tucson, cidade do Arizona onde fica o observatório, atingiu os 40 °C. A boa notícia é que a previsão do tempo indica a possibilidade de chuva para a manhã deste sábado (18).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos