Inadimplência impede aumento de crédito, diz Serasa

O Indicador de Perspectiva do Crédito ao Consumidor subiu 0,5% em outubro, para 98,5 pontos, informou nesta segunda-feira a Serasa Experian. Foi a terceira alta consecutiva do indicador, após uma sequência de quase um ano de quedas mensais seguidas, iniciada em outubro de 2011. De acordo com a empresa, o indicador, por sua metodologia, tem a propriedade de antever movimentos cíclicos da concessão de crédito com seis meses de antecedência.

A inadimplência é apontada como o fator que tem impedido um crescimento mais vigoroso das concessões de crédito aos consumidores, que, em razão do quadro favorável do mercado de trabalho, aproveitam as taxas de juros mais baixas para quitar ou renegociar pendências em atraso.

"As concessões de crédito ao consumidor permanecerão com baixo dinamismo, tendendo a exibir melhor desempenho somente a partir do primeiro trimestre de 2013, tendo em vista as expectativas de quedas mais consistentes dos níveis de inadimplência", informaram, em nota distribuída à imprensa, economistas da Serasa Experian.

Já o Indicador de Perspectiva do Crédito às Empresas recuou 0,2% em outubro, para 100,1 pontos. Apesar da queda, o indicador segue acima do nível 100, apontando que as concessões de crédito às empresas devem acompanhar a lenta trajetória de recuperação do crescimento econômico do País.

Carregando...