Mercado fechado

Início de construção de moradias nos EUA cai em outubro com taxas altas de hipoteca

WASHINGTON (Reuters) - A construção de residências nos Estados Unidos caiu acentuadamente em outubro, com os projetos unifamiliares chegando ao nível mais baixo em quase dois anos e meio, conforme o mercado imobiliário cede sob a pressão do aumento das taxas de hipoteca.

A construção de novas moradias caiu no mês passado 4,2%, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 1,425 milhão de unidades. Os dados de setembro foram revisados para uma taxa de 1,488 milhão de unidades, ante 1,439 milhão relatadas anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam queda para uma taxa de 1,410 milhão de unidades. A construção de novas moradias caiu 8,8% em outubro em relação ao mesmo período do ano anterior.

O início de construção de moradias unifamiliares, que representam a maior parcela da construção de residências, teve queda de 6,1%, para uma taxa de 855.000 unidades, o nível mais baixo desde maio de 2020.

As taxas de hipoteca saltaram em resposta à inflação desenfreada, que obrigou o Federal Reserve a desencadear o ciclo de aumento mais rápido da taxa de juros desde a década de 1980.

A taxa de hipoteca fixa de 30 anos está em média acima de 7%, a mais alta desde 2002, de acordo com dados da agência de financiamento hipotecário Freddie Mac.

(Reportagem de Lucia Mutikani)