Mercado abrirá em 1 h 2 min
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,16
    +0,88 (+1,35%)
     
  • OURO

    1.833,60
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    56.478,17
    +1.126,90 (+2,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.531,81
    +1.289,13 (+531,21%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.990,59
    +42,60 (+0,61%)
     
  • HANG SENG

    28.231,04
    +217,23 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.271,00
    -75,00 (-0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3510
    +0,0056 (+0,09%)
     

Imprensa francesa critica atuação de Neymar em queda para o City: 'Gênio sem ideias'

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Para quem prometia que daria a vida em campo pela classificação à decisão, o Paris Saint-Germain deixou (e muito!) a desejar na tarde desta terça-feira. Com apenas duas chances agudas criadas em 90 minutos de futebol, a equipe da capital francesa acabou novamente batida pelo letal Manchester City de Guardiola: 2 a 0, dois gols de Mahrez, resultado que levou o clube inglês à primeira final de Champions de sua história.

A atuação muito abaixo da média e do esperado gerou repercussão imediata nos principais veículos de imprensa franceses: "Inofensivo. O PSG tinha que anotar ao menos dois gols para se classificar, mas não conseguiu balançar as redes uma vez sequer. Privados de Kylian Mbappé, com uma lesão na panturrilha, os comandados de Mauricio Pochettino nada puderam fazer contra a melhor defesa da Champions, de apenas quatro gols sofridos em 12 partidas. Esta é a primeira vez em cinco anos que os parisienses não marcam fora nesta competição", publicou o 'L'Équipe'.

Mahrez foi o dono do jogo no Etihad Stadium | Laurence Griffiths/Getty Images
Mahrez foi o dono do jogo no Etihad Stadium | Laurence Griffiths/Getty Images

Já o 'Le Parisien' teceu fortes críticas à atuação individual de Neymar, lamentando a participação nada inspirada do camisa 10: "Um gênio sem ideias. O brasileiro se perdeu completamente nesta noite de terça-feira. Sem inspiração, ele não pareceu em nenhum momento capaz de sublimar o jogo de sua equipe como fez diante do Bayern de Munique. Decepcionante", escreveu.

A 'France Football' usou palavras ainda mais fortes para descrever a performance do brasileiro, detonando o individualismo do craque: "O mais insuportável possível, Neymar queria fazer tudo sozinho. Na ausência de Kylian Mbappé, ele decidiu que o destino da partida mudaria apenas graças a ele. Aniquilou um número impressionante de bolas boas. Foi catastrófico", escreveu.

Classificado à primeira decisão europeia de sua história, o Manchester City agora aguarda a definição do confronto entre Chelsea e Real Madrid, que se enfrentam na próxima quarta-feira (5), em Londres. O jogo de ida na capital espanhola foi 1 a 1, ou seja, quem vencer em solo inglês estará garantido na final.