Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.985,34
    -59,06 (-0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Imposto de Renda | Receita abre consulta a lote residual de restituições

Nesta quarta-feira (23), a Receita Federal abre a consulta ao lote residual de restituições do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), referente ao mês de novembro. Serão contemplados mais de 556 mil contribuintes nesta leva, incluindo os grupos prioritários e não prioritários. As restituições serão depositadas no dia 30 deste mês na conta cadastrada na declaração do IRPF.

Do valor total de R$ 1,2 bilhão e, cerca de R$ 607,9 milhões serão transferidos para contribuintes com prioridade legal, em que 15.889 deles são idosos com mais de 80 anos. Segundo a Receita, outros 115.664 são pessoas entre 60 e 79 anos, 47.774 são contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério e 10.306 são pessoas com alguma deficiência física ou mental.

Como consultar a restituição do Imposto de Renda?

Para saber se a restituição está disponível, é necessário acessar a página da Receita Federal. No site, clique em “Meu Imposto de Renda”. Em seguida, selecione “Consultar a Restituição”. A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC.

Ainda é possível verificar a liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral pelo aplicativo mobile da Receita (Android/iOS). Caso seja identificada alguma pendência na declaração 2022, será possível retificá-la no sistema e corrigir as informações erradas ou incompletas.

O que fazer se o dinheiro não foi depositado?

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o depósito não for realizado devido a alguma inconstância de dados ou problema com a conta, os valores poderão ser resgatados no prazo de um ano no Banco do Brasil.

É possível reagendar o valor da restituição pelo Portal BB ou ligando para a Central de Relacionamento do banco: 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo definido, será necessário requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu “Declarações e Demonstrativos”, clicando em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: