Mercado fechará em 50 mins
  • BOVESPA

    108.287,90
    -433,68 (-0,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.516,34
    -532,71 (-0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,07
    +2,96 (+3,99%)
     
  • OURO

    1.893,90
    +14,40 (+0,77%)
     
  • BTC-USD

    23.268,41
    +224,62 (+0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    536,13
    +10,17 (+1,93%)
     
  • S&P500

    4.146,94
    +35,86 (+0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.083,55
    +192,53 (+0,57%)
     
  • FTSE

    7.864,71
    +28,00 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    21.298,70
    +76,54 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    27.685,47
    -8,18 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.752,75
    +237,25 (+1,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5481
    +0,0288 (+0,52%)
     

Imposto de renda: lote residual é liberado nesta quarta; veja como consultar

Mais de 1 milhão de contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda (Getty Image)
Mais de 1 milhão de contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda (Getty Image)
  • Receita Federal liberou mais um lote residual da restituição do Imposto de Renda;

  • Ao todo, são R$ 1,2 bilhões distribuídos para 556.685 contribuintes;

  • O valor é atualizado pela taxa Selic acumulada a partir do mês seguinte.

Nesta quarta-feira, um lote residual de novembro do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) foi liberado pela Receita Federal.

O pagamento dos valores é realizado diretamente na conta informada na declaração do Imposto de Renda. Atualmente, o pagamento pode ser efetuada de forma direta ou pela chave PIX do contribuinte.

De acordo com a receita federal, são R$ 1,2 bilhões, que serão pagos para 556.685 contribuintes. Entre as pessoas que têm direito à restituição, 15.8889 estão com mais de 80 anos, 115.654 entre 60 a 79, 10.306 têm alguma deficiência física, mental ou grave e 47.774 contam com o magistério como principal fonte de renda, enquanto outras 367.062 pessoas não prioritárias foram contemplados pelo crédito.

As regras do Imposto de Renda impõe que o valor da restituição é atualizado pela taxa Selic acumulada a partir do mês seguinte ao prazo final de entrega da declaração até o mês anterior ao pagamento, mais 1% no mês do depósito.

O dinheiro será pago para as pessoas que ainda não recebem a devolução. Apenas neste ano, mais de 1 milhão de contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda, segundo dados divulgados pela Receita Federal. Ao todo, foram entregues 38.188.642 declarações até setembro.

Se, o crédito não for realizado na conta indicada pelo contribuinte (a conta informada foi desativada, por exemplo), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil (BB).