Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,40
    +2,00 (+1,78%)
     
  • OURO

    1.814,60
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    30.551,78
    +533,84 (+1,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    688,01
    +445,33 (+183,51%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.923,57
    +263,82 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.570,50
    +10,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2159
    +0,0055 (+0,11%)
     

Imposto de Renda: como fazer para declarar dívidas na declaração

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Imposto de Renda: dívidas devem ser declaradas a partir dos R$ 5 mil
Imposto de Renda: dívidas devem ser declaradas a partir dos R$ 5 mil
  • Dívidas devem ser declaradas a partir de R$ 5 mil;

  • Faturas do cartão de crédito atrasadas são consideradas dívidas para o Imposto de Renda;

  • Até mesmo empréstimos de pessoas físicas devem entrar na declaração.

O fim do período de declaração do Imposto de Renda está se aproximando, logo aqueles que ainda não começaram a preencher as declarações devem se apressar para fazê-lo. Aqueles que já começaram, entretanto, podem estar com algumas dúvidas, como por exemplo, devo declarar minhas dívidas? Se sim, onde?

De acordo com Bruna Allemann, economista e educadora financeira da Acordo Certo, dívidas só precisam ser declaradas se ultrapassarem o valor de R$ 5 mil, sejam elas saldos negativos na conta, empréstimos, financiamentos ou dívidas com pessoas físicas.

As que forem acima dessa quantia, devem constar na ficha "Dívida e Ônus Reais". No caso da dívida for com o banco, deverá ser escolhido o código "11 - estabelecimento bancário comercial", com a natureza da pendência, como empréstimo bancário ou dívida no cartão de crédito discriminadas no campo de descrição.

"É importante ressaltar que dívidas de natureza diferente devem ser declaradas separadamente, mesmo que sejam com o mesmo banco", lembrou Bruna Allemann. Por sua vez, valores emprestados de pessoas físicas devem ser declarados sob o código "14 - Pessoas físicas". Na discriminação deverá cosntar o CPF de quem emprestou o dinheiro e o valor total.

Financiamentos

Por sua vez, financiamentos de bens adquiridos, como hipotecas, alienações fiduciárias, penhores ou financiamento de automóveis devem constar em outra parte da declaração, na ficha de "Bens e Direitos", onde ao informar a posse do bem, deve ser discriminado o valor total do bem, do empréstimo e quanto já foi pago em 2020. Por fim, no campo "Situação em 31/12/2020" deve-se declarar o total de todas as parcelas pagas no ano, contando os juros.

Cartão de crédito

Não é porque você está com a fatura aberta no cartão que você está em dívida no cartão de crédito. Isso só acontecerá se você estiver com alguma conta atrasada, o que é chamado de inadimplência. Esses são os tipos de dívidas que devem ser postas no Imposto de Renda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos