Mercado fechará em 47 mins
  • BOVESPA

    106.779,21
    +416,11 (+0,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.560,86
    -153,74 (-0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,50
    -0,16 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.803,10
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    61.156,09
    +2.204,14 (+3,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,42
    +61,05 (+4,30%)
     
  • S&P500

    4.589,41
    +37,73 (+0,83%)
     
  • DOW JONES

    35.681,73
    +191,04 (+0,54%)
     
  • FTSE

    7.249,47
    -3,80 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.737,75
    +150,50 (+0,97%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5434
    +0,1187 (+1,85%)
     

Impacta é a primeira instituição de ensino no Brasil a aceitar pagamentos em Bitcoin

·2 minuto de leitura

O futuro da economia são as moedas digitais. Por isso, muitas empresas vêm se abrindo para o novo e aceitando pagamentos por meio de Bitcoin ou outras criptomoedas. O diferencial é que o sistema de pagamentos descentralizado é capaz de abrir um amplo leque de oportunidades.

Antecipando-se às tendências, o Grupo Impacta é pioneiro em aceitar pagamentos via Bitcoin no Brasil. Por meio de seu novo site, a instituição, que é referência nas áreas de TI, Gestão e Design, prova o seu reconhecimento pelo mercado da tecnologia.

Essa é uma tendência seguida até mesmo por gigantes como a Paypal, que tem tentado impulsionar a globalização e integração da economia, ao liberar as moedas digitais para as transações em sua plataforma.

Bitcoin

O Bitcoin, primeira e uma das mais famosas criptomoedas, agora está presente também na educação. São capazes de aumentar a liberdade de pagamentos, bem como apresentam menores taxas, além de oferecer maior segurança, privacidade, controle e transparência para os pagamentos. No ano de 2021, foi o único ativo a superar o Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M), que subiu 15% no primeiro semestre, mostrando, assim, o seu potencial como melhor investimento no Brasil.

“A Impacta, como um grupo educacional tecnológico e com um amplo reconhecimento no mercado por capacitar profissionais da área da tecnologia, agora dá mais um passo para o futuro. Com a adesão do Bitcoin pretendemos permanecer como referência na área e ser exemplo de inovação para os nossos alunos”, conta Célio Antunes, fundador e CEO da Faculdade Impacta.

A tecnologia escolhida para a plataforma é a da Redecoin, uma fintech do grupo SCF Brazil, gateway de pagamentos em Bitcoin.

“Para nós, que trabalhamos com as melhores tecnologias do mercado, é uma grande honra poder ser a plataforma escolhida pela Faculdade Impacta, que forma os profissionais de TI mais qualificados no mercado. Até buscaremos os futuros alunos para trabalharem conosco”, declara Armin Altweger, CEO do grupo SCF Brazil, dono da Redecoin.

A Impacta é líder em inovação e tecnologia. É também considerada uma das melhores instituições da América Latina e tem crescimento acelerado. Para os próximos anos, as projeções é de que atinja a marca de 17% ao ano.

Impacta

Referência no ensino de Tecnologia em Graduação, Pós, EAD, MBA, cursos livres e treinamentos empresariais. Lidera iniciativas em Inteligência Artificial, Ciência de Dados, Robótica, Engenharia da Computação, Big Data, UX e Transformação Digital. Criou a incubadora Impacta Open Startup, exclusiva para seus estudantes.

É campeã na formação de times para Hackathons, eventos de inovação patrocinados por gigantes: NASA, IBM, Deloitte, Shell, Santander, Itaú, Globo e Fiesp. É uma das marcas mais admiradas pela Comunidade Tech da América Latina. Atua no mercado desde 1988 e formou mais de 1 milhão de pessoas e certificou mais de 25 mil empresas de diversas áreas da Economia.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos