Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,31 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.836,10
    +4,30 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    35.382,00
    +222,89 (+0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,25 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,64 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -15,50 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1835
    +0,0534 (+0,87%)
     

Ilhabela, no litoral norte de SP, mantém fogos no Réveillon

·3 min de leitura
***ARQUIVO***ILHABELA, SP, BRASIL, 14-12-2019: Praia do Sino, em Ilhabela. Uma das duas únicas praias de Ilhabela boas o ano todo em 2018, foi classificada como ruim neste ano. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)
***ARQUIVO***ILHABELA, SP, BRASIL, 14-12-2019: Praia do Sino, em Ilhabela. Uma das duas únicas praias de Ilhabela boas o ano todo em 2018, foi classificada como ruim neste ano. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na contramão de diversas cidades que cancelaram celebrações após a variante ômicron ser detectada no país, Ilhabela (a cerca de 212 km de SP) confirmou que vai manter a queima de fogos prevista para o Réveillon.

Ilhabela é o único município do litoral norte de São Paulo que reitera, ao menos por enquanto, que realizará o show pirotécnico.

Ubatuba, outro destino concorrido na região, informou ainda estar "em tratativas sobre a queima de fogos silenciosos", sem precisar se a festa vai ocorrer.

São Sebastião diz que questões relacionadas a festividades estão sendo tratadas por um comitê. Já Caraguatatuba cancelou o evento.

A prefeitura de Ilhabela diz que haverá queima de fogos silenciosos em cinco pontos distintos, em Praia Grande, Perequê, Portinho, Vila e Garapocaia (Pedra do Sino).

Além da queima de fogos, a gestão Antonio Luiz Colucci (PL) afirma que haverá atrações musicais, com artistas locais e em pequenas estruturas, em três pontos: Vila, Perequê e Praia Grande.

Em nota, a prefeitura afirma também que aglomerações serão fiscalizadas "pela Polícia Militar, por meio do convênio da Atividade Delegada", tanto no evento pirotécnico quanto nos shows.

Ainda de acordo com a prefeitura, também é estudada a possibilidade de ser retomada neste final de ano a exigência do teste RT-PCR negativo ou da apresentação da carteira de vacinação com duas doses contra Covid na entrada da balsa.

"Tudo vai depender dos dados epidemiológicos que a equipe da prefeitura analisa diariamente", segundo a nota.

A gestão de Ilhabela diz ainda estar otimista quanto ao número de turistas que devem passar as festas de fim de ano e as férias na cidade.

"A expectativa é de um grande fluxo de visitantes. Estima-se que, nesta temporada, atingiremos índices muito próximos aos índices pré-pandemia", afirma o comunicado.

A expectativa é compartilhada pelo presidente da Associação Comercial de Ilhabela, Sidney Covas. "A rede hoteleira formalizada aguarda índice de ocupação de 92 a 96%", diz.

Se a festa em Ilhabela está garantida, na vizinha Caraguatatuba a posição é outra. Além de cancelar as comemorações de Ano-Novo, a prefeitura já disse que não vai investir no Carnaval de 2022.

A gestão municipal pontua, porém, que "a cidade se mantém com todos os protocolos sanitários e com a infraestrutura necessária para receber o turista neste período de final de ano e festas escolares".

Ubatuba, que ainda não confirmou se manterá a queima de fogos silenciosos, também reforça a manutenção de protocolos anti-Covid.

"De acordo com a Vigilância em Saúde, nos finais de semana, festas de final de ano e na temporada de verão vamos adotar a mesma estratégia utilizada na última temporada, onde as medidas eram até mais restritivas", diz a prefeitura, em nota.

Em São Sebastião, que também não confirmou os festejos, a decisão deve passar por especialistas e moradores, segundo a gestão do município.

"Devido às últimas informações referentes à nova variante ômicron, questões relacionadas a festividades estão sendo tratadas no Comitê [de especialistas] e, como complemento, a administração municipal realizou uma enquete para também ouvir a opinião da população sebastianense".

A reportagem solicitou o resultado da enquete, mas a prefeitura se recusou a fornecê-lo, por ser de uso interno, segundo informou.

Baixada Santista Assim como boa parte do litoral norte, ao menos três cidades da Baixada Santista também confirmaram ter vetado a queima de fogos em suas praias.

Em Santos, a prefeitura informa que a decisão já havia sido tomada há cerca de dois meses.

Já em Guarujá, a medida foi tomada pelo gabinete permanente destinado a analisar a dinâmica da Covid na cidade.

Bertioga informa que, além do cancelamento dos fogos, manterá protocolos contra o coronavírus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos