Mercado fechará em 4 h 35 min
  • BOVESPA

    112.230,66
    -2.197,52 (-1,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.384,77
    -301,26 (-0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,23
    -0,21 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.777,00
    +11,30 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    62.349,17
    +383,55 (+0,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.455,02
    -8,33 (-0,57%)
     
  • S&P500

    4.508,65
    +22,19 (+0,49%)
     
  • DOW JONES

    35.381,01
    +122,40 (+0,35%)
     
  • FTSE

    7.207,12
    +3,29 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.353,75
    +63,25 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4645
    +0,0730 (+1,14%)
     

Ilha britânica de Jersey rejeita 75 licenças de pesca de barcos franceses

·2 minuto de leitura
Barcos de pesca franceses protestam perto do porto de Saint Helier, na ilha britânica de Jersey, em 6 de maio de 2021 (AFP/Sameer Al Doumy)

A ilha britânica de Jersey anunciou que concederá 64 licenças permanentes e 31 provisórias a embarcações de pesca da vizinha França, mas rejeitará pedidos de 75 barcos que terão de parar de pescar em suas águas, provocando a ira dos franceses.

Essas "decisões completamente inaceitáveis" violam "o acordo assinado no âmbito do Brexit", reagiu o porta-voz do governo francês, Gabriel Attal.

Ele ressaltou que o governo francês estudará com a Comissão Europeia eventuais "medidas de represália" se o pacto não for respeitado.

Depois do Brexit, o acordo comercial alcançado no final de 2020 entre Londres e Bruxelas estabeleceu que os pescadores europeus poderiam continuar a pescar nas águas britânicas desde que obtivessem uma licença, concedida apenas se demonstrarem que já o faziam nos últimos anos.

O Reino Unido argumenta que tem sido "razoável" e concedeu cerca de 1.700 licenças a navios da UE para pescar na zona econômica exclusiva britânica, que é definida entre 12 e 200 milhas da costa.

Num contexto de grande tensão, em maio dezenas de barcos franceses se concentram em frente ao porto de Saint Helier, capital de Jersey - uma ilha autônoma localizada no Canal da Mancha e dependente da coroa britânica - para defender seu direito de continuar pescando na região.

A situação quase degenerou em uma batalha naval quando a Marinha britânica enviou dois navios para a zona e a França dois barcos de patrulha menores. E agora o conflito ameaça ganhar novo impulso.

O governo de Jersey anunciou na quarta-feira que 64 embarcações que forneceram toda a documentação pedida receberão licença completa, somando-se às cerca de 40 já expedidas desde o início do ano.

Outras 31 embarcações que precisam apresentar dados adicionais terão uma licença provisória válida até o final de janeiro.

No entanto, os 75 barcos rejeitados porque "não realizaram nenhuma atividade pesqueira nas águas de Jersey durante o período em questão ou não puderam demonstrar tal atividade" terão de "cessar toda a atividade pesqueira nas águas de Jersey dentro de 30 dias", frisou o executivo local em um comunicado.

"A emissão dessas licenças nos próximos dias nos permitirá garantir que o esforço de pesca em nossas águas permaneça comparável à situação anterior ao Brexit", disse o ministro do Meio Ambiente, John Young.

Mas, depois que Londres anunciou na terça-feira a concessão de apenas 12 licenças adicionais em suas águas, esta nova decisão gerou indignação entre os pescadores franceses.

"É óbvio que os números não batem", disse à AFP Jean-Luc Hall, presidente do Comitê Nacional de Pesca da França.

Os pescadores estão "preparados para se mobilizar novamente em Saint Helier", alertou o presidente do comitê de pesca da região francesa da Normandia, Dimitri Rogoff.

spe-acc-tjc/bl/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos