Mercado fechará em 5 h 6 min
  • BOVESPA

    110.126,21
    -1.413,59 (-1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.761,57
    +79,38 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,68
    +0,93 (+1,56%)
     
  • OURO

    1.708,80
    -24,80 (-1,43%)
     
  • BTC-USD

    50.899,81
    +1.960,96 (+4,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.014,94
    +26,84 (+2,72%)
     
  • S&P500

    3.865,93
    -4,36 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    31.500,43
    +108,91 (+0,35%)
     
  • FTSE

    6.637,09
    +23,34 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.939,75
    -115,50 (-0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9217
    +0,0596 (+0,87%)
     

IGP-M acumula inflação de 25,71% em 12 meses, revela pesquisa da FGV

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil
·1 minuto de leitura

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel em todo o país, registrou inflação de 2,58% em janeiro deste ano. A taxa é maior que a de dezembro do ano passado (0,96%). Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV) informou hoje (28), o IGP-M acumula inflação de 25,71% em 12 meses. Em janeiro de 2020, o acumulado era de 7,81%.

A alta da taxa de dezembro para janeiro foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que subiram 3,38% em janeiro ante uma alta de 0,90% em dezembro.

O Índice Nacional de Custo da Construção também teve alta de dezembro (0,88%) para janeiro (0,93%).

O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve queda na inflação, ao passar de 1,21% em dezembro para 0,41% em janeiro.