Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.315,07
    +208,24 (+0,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

IGP-DI acelera alta a 0,69% em maio com impulso de commodities, diz FGV

Colhedora de cana em Piracicaba

SÃO PAULO (Reuters) - Os preços de commodities agrícolas e combustíveis pressionaram e o Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou a alta a 0,69% em maio, depois de subir 0,41% em abril, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado do mês ficou abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters, de alta de 0,79%, e levou o índice a acumular nos 12 meses até maio alta de 10,56%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI), que responde por 60% do indicador geral, subiu 0,55% em maio, acima da taxa de 0,19% no mês anterior.

"Grandes commodities agrícolas e combustíveis responderam por parcela importante do resultado do IPA, sendo os destaques: diesel (de 6,87% para 6,38%), soja (de -8,02% para 2,76%) e cana-de-açúcar (de 0,66% para 3,65%)", disse em nota André Braz, coordenador dos índices de preços.

Já o avanço do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) --que responde por 30% do IGP-DI-- enfraqueceu a 0,50% no período, de 1,08% em abril.

De acordo com a FGV, seis das oito classes de despesa componentes do IPC registraram decréscimo em suas taxas de variação, com destaque para Alimentação (de 1,58% para 0,45%), Transportes (2,13% para 1,02%) e Habitação (-0,69% para -1,37%).

A alta do Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), por sua vez, acelerou a 2,28% em maio, de 0,95% em abril.

O IGP-DI calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre o 1º e o último dia do mês de referência.

(Por Luana Maria Benedito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos