Mercado fechado

IGP-10 acelera alta a 0,64% em março com maior pressão do atacado, diz FGV

Por Luana Maria Benedito

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) passou a subir 0,64% em março sob a pressão do atacado, após registrar variação positiva de 0,01% no mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, deixou para trás a queda de 0,19% em fevereiro para avançar 0,92%.

A alta do IPA teve como destaque o comportamento do grupo Bens finais, que subiu 1,03% em março após queda de 1,36% no mês anterior. A alta de 1,80% dos alimentos processados, que haviam caído 3,39% em fevereiro, foi a principal colaboração para esse resultado.

Já a pressão para o consumidor diminuiu, uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30% do índice geral, registrou variação negativa de 0,03% em março, ante avanço de 0,43% no período anterior.

O grupo Educação, Leitura e Recreação se destacou com queda de 1,23% em março, após saltar 2,22% no mês anterior, colaborando para a queda dos preços ao consumidor.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) desacelerou a alta a 0,26%, de 0,43% em fevereiro.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.