Iene pode cair mais, diz conselheiro do governo japonês

A moeda japonesa ainda tem espaço para enfraquecer mais e muitos analistas acreditam que a marca de 95 ienes por dólar é "desejável". Essa é a opinião de Heizo Takenaka, conselheiro econômico do primeiro-ministro Shinzo Abe e cujo nome já foi cotado para ser o próximo presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês).

Segundo Takenaka, a queda recente do iene não é uma desvalorização cambial artificial, e sim uma correção de uma força excessiva. Em uma entrevista durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, o conselheiro afirmou que as últimas medidas adotadas pelo BoJ visam combater a deflação, e não enfraquecer o iene.

"A correção apenas começou. Não é justo dizer que o iene se depreciou demais", afirma Takenaka. Segundo ele, nos últimos cinco ou seis anos a moeda japonesa ganhou 40% ante o dólar e 50% em relação ao won, da Coreia do Sul. Desde a vitória do partido da Abe nas eleições, o iene caiu 15% em relação ao dólar e 20% ante o won, de acordo com o assessor.

"Não existe um método muito científico para estabelecer um nível para o iene, mas muitas pessoas pensam que uma faixa em torno de 95 por dólar é apropriada no momento", afirma Takenaka. No fim da tarde de sexta-feira em Nova York o iene estava cotado a 90,93 por dólar. Ao longo da sessão naquele dia a moeda tocou 91,20 por dólar, o nível mais baixo de junho de 2010.

O conselheiro também rebateu críticas de que o governo japonês pressionou o BoJ a adotar uma meta de inflação de 2% para enfraquecer o iene. "O foco da política monetária é combater a deflação, não influenciar a taxa de câmbio", argumentou. Takenaka disse que a independência do banco central está intacta. Segundo ele, uma das medidas para combater a deflação é comprar bônus soberanos do Japão no mercado. Se isso não funcionar, o governo poderia comprar bônus estrangeiros.

Ele também disse que uma inflação maior não vai afetar a capacidade do governo de pagar o serviço da sua enorme dívida, atualmente em mais de 200% do PIB. "Se a inflação subir, a arrecadação de impostos também vai subir, então vai ficar mais fácil pagar o serviço da dívida", explicou. As informações são da Dow Jones.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,10830,000,00%
    USDBRL=X
    3,2961+0,0055+0,17%
    EURBRL=X
    0,9427-0,0017-0,18%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    31,51-0,14-0,44%
    VALE5.SA
    15,18-0,38-2,44%
    PETR4.SA
    4,93-0,10-1,99%
    USIM5.SA
    5,86+0,15+2,63%
    GOAU4.SA
    16,40-0,52-3,07%
    LAME4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    10,89+1,29+13,44%
    TEKA4.SA
    4,18+0,45+12,06%
    BEES4.SA
    4,24+0,43+11,29%
    LFFE3.SA
    7,41+0,71+10,60%
    CRPG5.SA
    28,00+2,60+10,24%
    BRSR3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    16,01-3,99-19,95%
    ITEC3.SA
    1,14-0,25-17,99%
    IGBR3.SA
    0,69-0,11-13,75%
    BBTG12.SA
    29,00-4,00-12,12%
    CEED3.SA
    3,33-0,45-11,90%
    CEDO4.SA