Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    48.183,45
    +1.003,96 (+2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7797
    -0,0062 (-0,09%)
     

Idosas "de Taubaté"! Mulheres se disfarçam para tomar vacina nos EUA

Nathan Vieira
·2 minuto de leitura

A situação das vacinas contra a COVID-19 tem acendido uma pequena faísca de esperança na população. Por enquanto, apenas os grupos prioritários — que contemplam profissionais da saúde e idosos — estão sendo imunizados. Todos querem que a situação avance ainda mais, ao ponto de acontecer a vacinação em massa. No entanto, duas mulheres na Flórida (EUA) foram longe demais: elas foram pegas se caracterizando de idosas com a intenção de receber a vacina precocemente. A informação veio na última sexta-feira (19), pela emissora WFTV, de Orlando.

As duas mulheres da Flórida com 34 e 44 anos usaram gorros e luvas na tentativa de parecer idosas. Pode parecer coisa de desenho animado, mas pasme: elas chegaram inclusive a tomar a primeira dose, e só foram pegas ao tentar tomar a segunda dose do imunizante. “Não sei como elas escaparam da primeira vez, mas elas apareceram com as luvas, os óculos, a coisa toda", anunciou o oficial de saúde do Condado de Orange, Dr. Raul Pino, em entrevista à emissora em questão.

Disfarçadas de idosas, as duas mulheres conseguiram tomar a primeira dose e só foram detidas ao tomar a segunda dose na Flórida (Imagem: CDC/ Unsplash)
Disfarçadas de idosas, as duas mulheres conseguiram tomar a primeira dose e só foram detidas ao tomar a segunda dose na Flórida (Imagem: CDC/ Unsplash)

Segundo a delegacia, as duas mulheres foram entregues à polícia. Dr. Raul Pino ainda fez uma declaração apontando que a segurança no local de vacinação se tornou mais rígida por esse caso e também por outros que tentaram abordagens diferentes para obter a injeção. O oficial explicou que houve um número surpreendente de pessoas tentando falsificar suas identidades com esse intuito. "O número de pessoas que tentam falsificar suas identidades é provavelmente maior do que esperamos", apontou.

A história veio à tona principalmente quando Lauren Seabrook, uma das jornalistas da emissora, utilizou o Twitter para compartilhar o caso pra lá de excêntrico: "Ai, meu Deus! O Dr. Pino acabou de dizer que duas garotas vestidas de avós com 'gorros e luvas' foram até a fila para tentar obter vacinas contra COVID-19 ontem", tuitou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: