Mercado abrirá em 9 h 52 min
  • BOVESPA

    116.464,06
    -915,94 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,94 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,73
    +0,12 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.844,40
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    32.168,91
    -225,80 (-0,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,30
    +0,97 (+0,15%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.654,01
    +15,16 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    29.452,30
    +61,04 (+0,21%)
     
  • NIKKEI

    28.640,94
    +94,74 (+0,33%)
     
  • NASDAQ

    13.551,25
    +65,75 (+0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5119
    +0,0011 (+0,02%)
     

Identidade 'secreta' do dono de um dos maiores sites pornôs é revelada

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Identidade do dono do Pornhub foi revelada. (Foto: Gabe Ginsberg/FilmMagic)
Identidade do dono do Pornhub foi revelada. (Foto: Gabe Ginsberg/FilmMagic)

Uma reportagem-bomba do jornal Financial Times revelou a identidade de um executivo apontado como a cabeça de uma rede de empresas que controlam alguns dos maiores sites de conteúdo adulto da web.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Trata-se de Bernard Bergemar, dono da MindGeek, empresa responsável por páginas como o Pornhub, RedTube e YouPorn – que, juntas, respondem por uma enorme fatia do conteúdo pornográfico publicado na internet.

Leia também:

Até então, a identidade de Bergemar era desconhecida, segundo a reportagem, exceto por um pequeno “círculo de poder” dentro da empresa. O controle administrativo e a “proteção” das identidades era feita através de uma intrincada rede de empresas subsidiárias.

Até a publicação da matéria do Financial Times, o Google apresentava apenas 3 respostas para o nome Bernard Bergemar.

Os sites da MindGeek e a empresa estão sob fogo após acusações de que a plataforma não fez o suficiente para evitar que vídeos de abuso e tráfico sexual circulassem em suas páginas.

Desde então, o Pornhub tirou do ar milhares de vídeos, mas ainda assim está sendo processado por suposta conivência com produtoras que cometeram tais crimes.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube