Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.943,90
    -2,80 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    23.515,34
    +499,23 (+2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

Ibovespa tem variação tímida após Lula confirmar Haddad na Fazenda

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa operava sem grandes variações nesta sexta-feira, após dado de preços nos Estados Unidos ter revertido humor positivo em Wall Street mais cedo, enquanto o mercado digere a confirmação do nome de Fernando Haddad como ministro da Fazenda do governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

Vale e outras empresas ligadas à commodities metálicas davam suporte ao índice local.

Às 11:04 (de Brasília), o Ibovespa subia 0,30%, a 107.565,94 pontos. O índice caminha para queda de 3,9% na semana. O volume financeiro da sessão soma 3,4 bilhões de reais, em dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo, às 12h, o que deve reduzir a liquidez.

Lula confirmou há pouco o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como seu novo ministro da Fazenda. Antes do anúncio, Haddad afirmou nesta manhã que já iniciou a formação de uma equipe, mas que não anunciará nomes nesta sexta.

A bolsa teve pouca reação à confirmação, que já vinha sendo precificada nas últimas semanas. Lula também anunciou outros nomes, como o de Rui Costa para o ministério da Casa Civil, José Mucio para Defesa, Flavio Dino para Justiça e Mauro Vieira no Itamaraty.

O mercado também segue atento à tramitação da PEC da Transição no Congresso. O deputado José Guimarães (PT-CE) afirmou no final de tarde da véspera que a intenção dos aliados de Lula é votar o texto até quarta-feira no plenário da Câmara dos Deputados.

Além disso, o avanço abaixo do esperado do IPCA de novembro endossa pregão mais positivo para a bolsa local, em meio aos temores do mercado que uma agenda fiscal potencialmente mais expansionista do novo governo possa atrasar a queda da Selic pelo Banco Central ou até mesmo levar a elevações nos juros.

O índice de inflação subiu 0,41% em novembro ante outubro, contra expectativa de alta de 0,53%, segundo pesquisa da Reuters com analistas.

Em Nova York, os principais índices futuros de ações apontavam uma abertura negativa, tendo revertido ganhos de mais cedo, após dado de preços ao produtor nos Estados Unidos vir mais alto do que o esperado e aumentando temores de que o banco central norte-americano mantenha por mais tempo seu aperto monetário. O Federal Reserve tem decisão de juros na semana que vem.

DESTAQUES

- VALE NO tinha valorização de 2,43%, a 87,97 reais, após o minério de ferro subir na Ásia, à medida que a flexibilização das restrições contra Covid-19 pela China elevou a expectativa de um ressurgimento da demanda pela commodity. O contrato do minério de ferro mais negociado para janeiro em Dalian encerrou as negociações diurnas com alta de 4,7%. CSN MINERAÇÃO ON subia 5,14%, a 3,89 reais. Siderúrgicas também eram de destaque de alta.

- FLEURY ON recuava 1,76%, a 15,67 reais. O grupo de medicina diagnóstica anunciou na véspera acordo para venda de 51% da Papaiz para a Clidec, controlada da Odontoprev, por 19,2 milhões de reais. A empresa também concluiu um aumento de capital de 847,3 milhões de reais. A sessão, em geral, era negativa para companhias do setor de saúde. REDE D'OR ON caía 1,48%, a 27,34 reais, e HAPVIDA ON cedia 2,01%, a 4,88 reais.

- B3 ON operava estável, a 11,75 reais, após anunciar projeções para 2023, incluindo de desembolsos totais de 2,4 bilhões a 2,8 bilhões de reais no ano. A B3 também aprovou um novo programa de recompra de até 250 milhões de ações

- PETROBRAS PN caía 0,32%, a 24,7 reais, em sessão marginalmente positiva para o petróleo Brent no exterior, enquanto na semana o contrato acumulava queda de cerca de 10% com preocupações sobre a economia global e seus impactos na demanda da commodity. O mercado continua atento aos planos do governo eleito para a petrolífera.

- ITAÚ UNIBANCO PN cedia 0,27%, a 24,57 reais, e BRADESCO PN tinha ganho de 0,48%, a 14,48 reais, enquanto SANTANDER BRASIL UNIT subia 0,11%, a 27,25 reais, e BANCO DO BRASIL ON operava estável.