Mercado fechado

Ibovespa tem sessão instável, em linha com exterior

Marcelle Gutierrez
·2 minutos de leitura

Bancos, Petrobras e Vale influenciam o movimento do mercado hoje Em sessão instável, o Ibovespa opera em linha com o exterior. Na falta de catalisadores locais que sustentem movimentos mais significativos, o índice oscila na casa dos 96 e 97 mil pontos, em alguns momentos favorecido por ganhos de Petrobras e bancos e em outros levemente pressionado também pela estatal petroleira e Vale. Às 12h47, o Ibovespa operava em leve baixa de 0,11%, aos 96.887 pontos. Da mínima à máxima, o índice foi dos 96.390 (-0,62) aos 97.684 pontos (0,71%). O volume financeiro totalizava R$ 7,4 bilhões, um pouco abaixo do normalmente negociado no horário, com projeção de atingir R$ 18,4 bilhões até o fechamento. Em Nova York, os índices acionários também seguem sem direção definida, após uma sessão de nervosismo ontem. Dow Jones cai 0,20%, enquanto S&P 500 sobe 0,18% e Nasdaq avança 0,33%. Por lá, o presidente do Federal Reserve (Fed, o BC americano) Jerome Powell, discursa no Congresso. A fala é esperada pelo mercado, principalmente à respeito de sinalizações de medidas de estímulo para a economia. Por ora, profissionais do mercado dizem que ele não disse nada muito diferente do dito após a reunião do Fed, na semana passada. Segundo ele, a economia se recuperará mais rapidamente com política fiscal e monetária trabalhando em conjunto e que, provavelmente, mais estímulos fiscais serão necessários. Já a bolsa brasileira chegou a exibir leves ganhos mais cedo, favorecida por ações do setor bancário e Petrobras. Esses ativos chegaram a subir em torno de 2%, mas reduziram o ritmo. Banco do Brasil ON cai 0,29%, Bradesco ON (-0,05%), Bradesco PN (-0,05%), Itaú Unibanco PN (-0,04%) e Santander units (0,99%). Já Petrobras ON tem alta de 0,05%, enquanto a PN cai 0,05%. Os papéis da estatal petroleira chegaram a subir em linha com a recuperação do petróleo, de 0,8% agora pouco, a US$ 41,78 o barril, mas caem com noticiário incerto para a empresa. Profissionais do mercado chamam atenção para o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) do programa de venda de refinarias da Petrobras. O ministro Luiz Fux suspendeu o julgamento virtual para que o tema possa ser discutido em sessão presencial, mas esse tema representa um risco para a empresa, caso a Petrobras saia derrotada da discussão. A Petrobras também adiou a venda da sua participação na BR Distribuidora para o ano que vem. Outro papel de peso no Ibovespa a apresentar perdas hoje é Vale ON, que recuava 0,25%, mas na mínima do dia chegou a desvalorizar 1,02%. As ações da mineradora são pressionadas pelo novo recuo, de 2,10%, do preço do minério de ferro e também por passaram a ser negociados hoje como “ex-dividendos”. Ou seja, somente acionistas com posição acionária até ontem terão direito aos proventos no montante bruto de R$ 2,40 por ação. Pixabay