Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,01
    +3,52 (+3,19%)
     
  • OURO

    1.823,00
    +14,80 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    29.821,27
    -1.163,41 (-3,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    667,04
    +424,36 (+174,87%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.464,80
    +46,65 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.233,75
    -149,00 (-1,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2780
    +0,0189 (+0,36%)
     

Ibovespa tem pregão volátil e fecha em leve queda

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira encerrou em tímida baixa nesta terça-feira, em sessão volátil, diante de desempenho sem direção comum em Wall Street, com inflação e política monetária no radar. Na cena interna, a alta de ações ligadas ao consumo doméstico contrapôs queda de siderúrgicas e mineradoras.

Usiminas liderou recuo do setor siderúrgico, ainda que tenha devolvido parte relevante das perdas no final da tarde, após associação do setor dizer que governo estuda redução de imposto de importação para vergalhão, e não zerar a taxa para aço em geral. Do lado oposto, Natura e Bradesco foram destaques de alta.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa caiu 0,10%, a 103.151,42 pontos, a quarta queda seguida. O volume financeiro foi de 24 bilhões de reais.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos