Mercado abrirá em 4 h 13 min
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,81
    -0,34 (-0,50%)
     
  • OURO

    1.811,30
    -3,20 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    38.769,83
    +1.119,95 (+2,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    960,92
    +34,16 (+3,69%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.122,07
    -1,79 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.090,75
    +17,25 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1463
    +0,0280 (+0,46%)
     

Ibovespa sobe na expectativa de decisão de política monetária

·3 minuto de leitura

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa registrava alta na sessão desta quarta-feira, com investidores domésticos na expectativa de novo corte na taxa básica de juros pelo Banco Central após o pregão e aguardando uma sinalização dos próximos passos da política monetária.

Às 11:48, o Ibovespa subia 1,18%, a 94.639,24 pontos. O volume financeiro era de 8,23 bilhões de reais, em sessão também marcada pelo vencimento de opções do índice.

A aposta do mercado é de que a taxa básica de juros seja reduzida em 75 pontos-base para 2,25% pelo Comitê de Política Monetária (Copom), mas "nenhuma surpresa pode ser descartada", para analistas da Infinity Asset, que afirmaram que "o Copom deve lidar tanto com indicadores muito ruins de atividade econômica, em especial em serviços e no varejo, mas com os desafios dos impactos do câmbio na economia."

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) desta quarta-feira, o volume de serviços em abril caiu 11,7% na comparação com o ano anterior, recuo mais forte desde o início da série histórica em janeiro de 2011 e marcou a terceira taxa negativa seguida, período em que as perdas acumuladas foram de 18,7%.

Enquanto isso, a Cielo divulgou que as vendas no varejo brasileiro caíram 30,5% em maio na comparação com um ano antes, mas mostraram trajetória de recuperação frente a abril deste ano, quando medidas de isolamento social se mostraram mais intensas.

No exterior, os índices de Wall Street operavam com volatilidade e sem direção definida, no aguardo de discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, às 13h (horário de Brasília). O S&P 500 caía 0,24%, enquanto o Dow Jones recuava 0,23%.

Para analistas da Terra Invesntimentos, Powell "deve apontar a continuidade nos estímulos econômicos. "Entretanto, não é descartado um possível stress como seu apontamento de que os números da economia ainda possam vir bem mais negativos", o que pode impactar a bolsa brasileira.

DESTAQUES

- ELETROBRAS ON e ELETROBRAS PNB subiam 10,8% e 6,7%, respectivamente, na liderança das altas do Ibovespa. Segundo reportagem do jornal O Globo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, mudou de planos e pretende trabalhar para realizar quatro grandes privatizações em 2020, incluindo a Eletrobras.

- JBS ON subia 3,9%, após a agência de classificação de risco Fitch elevar o rating de longo prazo da empresa. No setor, BRF FOODS ON ganhava 3,2%, MARFRIG ON avançava 1,3%, enquanto MINERVA ON desvalorizava-se 1,8%.

- CIELO ON recuava 2,4%, como uma das maiores quedas do Ibovespa, após ter acumulado um avanço de quase 18% esta semana, na esteira do anúncio da parceria com o WhatsApp para a implementação de pagamentos digitais no aplicativo.

- BRADESCO PN valorizava-se 0,6%, seguindo a forte alta da véspera. ITAÚ UNIBANCO PN ganhava 0,6%, enquanto SANTANDER BR UNT caía 0,2%.

- PETROBRAS PN perdia 0,05%, em meio à queda nos preços do contrato futuro do petróleo. PETROBRAS ON tinha oscilação positiva de 0,05%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos