Mercado abrirá em 6 h 14 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.874,30
    +7,80 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    34.471,59
    -191,02 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    681,98
    -18,63 (-2,66%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    30.081,99
    +439,71 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    28.739,22
    +105,76 (+0,37%)
     
  • NASDAQ

    13.374,50
    +80,25 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    -0,0809 (-1,24%)
     

Ibovespa sobe na abertura e se aproxima de marca histórica

Paula Arend Laier
·2 minuto de leitura
Sede da B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista começava a terça-feira com viés positivo e o Ibovespa encostando ainda mais de seu recorde, em meio ao clima favorável a ativos de risco no exterior, dada a perspectiva de mais estímulos nos Estados Unidos, além do começo da vacinação contra a Covid-19 em diversos países do mundo.

Às 10:06, o Ibovespa subia 0,07%, a 119.210,64 pontos.

Na véspera, o Ibovespa fechou em alta 1,12%, a 119.123,70 pontos, maior patamar de fechamento desde 23 de janeiro, quando registrou sua máxima histórica de 119.527,63 pontos, considerando o fechamento. O recorde intradia (119.593,10 pontos) foi batido no dia seguinte.

No exterior, a Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou na segunda-feira proposta do presidente norte-americano, Donald Trump, para o pagamento de 2 mil dólares de auxílio para pessoas afetadas pela pandemia de Covid-19, enviando a medida para um futuro incerto no Senado.

A equipe da XP Investimentos ressaltou que o destino do pacote no Senado ainda é incerto por causa da oposição de muitos Senadores republicanos.

Ainda assim, os futuros acionários norte-americanos registravam máximas históricas, em meio a apostas de que a ajuda fiscal sancionada por Trump no domingo irá acelerar a recuperação da economia liderada pela vacina. Os preços do petróleo também subiam no exterior.

"Os mercados seguem otimistas com a aprovação do pacote fiscal nos EUA e o início da vacinação contra a Covid-19, que traz de volta a expectativa de retomada mais rápida das atividades e recuperação das economias destes países", afirmou a equipe da corretora Planner, em comentários a clientes.

Nesse contexto, a equipe da SulAmérica Investimentos avalia que a bolsa brasileira continuará sendo beneficiada por esse ambiente global.

A B3 também divulgou nesta terça-feira a terceira e última prévia do Ibovespa que irá vigorar de 4 de janeiro a 31 de abril, confirmando a entrada das ações de Copel, Eneva, JHSF e Unidas e nenhuma exclusão.