Mercado abrirá em 9 h 17 min
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,06
    +0,57 (+0,82%)
     
  • OURO

    1.781,00
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    50.779,78
    +1.841,48 (+3,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.309,70
    +49,54 (+3,93%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.596,70
    +247,32 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    28.279,04
    +351,67 (+1,26%)
     
  • NASDAQ

    15.862,50
    +19,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4278
    +0,0042 (+0,07%)
     

Ibovespa sobe com nova escalada do minério de ferro, com Vale e siderúrgicas em destaque

·2 min de leitura

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa subia mais de 1% nesta terça-feira, após cravar novo patamar mínimo do ano na véspera, com a valorização do minério de ferro impulsionando as ações da Vale e siderúrgicas, em movimento ainda respaldado por Wall Street.

Às 12:00, o Ibovespa subia 1,29 %, a 103.442,32 pontos. O volume financeiro era de 7,7 bilhões de reais.

A alta do índice faz parte de um "movimento natural de recuperação após os fortes dias de baixa", segundo o analista técnico da Ativa Investimentos Felipe Vella.

Nos Estados Unidos, o sinal positivo prevalecia em Wall Street, com bancos subindo em meio a expectativas de um aperto monetário antecipado pelo banco central norte-americano, apesar do aumento dos rendimentos Treasuries.

No cenário doméstico, a PEC dos Precatórios segue em debate no Senado e no radar dos investidores. Nesse sentido, corroborava a alta declaração do presidente da Câmara dos Deputados sobre eventuais mudanças no texto pelo Senado.

Também repercutia nesta sessão a possibilidade de o Auxílio Brasil ser corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

DESTAQUES

- VALE ON subia 3,8%, enquanto USIMINAS PN avançava 7% e CSN ON tinha alta de 6,4%, após contratos futuros do minério de ferro na China chegarem a atingir limite diário de alta, com a expectativa de retomada da produção pelas siderúrgicas.

- PETROBRAS PN avançava 3,1%, em meio à alta dos preços de petróleo, depois que os EUA anunciaram planos de liberar até 50 milhões de barris de suas reservas. Além disso, presidente-executivo da estatal, Joaquim Silva e Luna, reafirmou em audiência com senadores que a companhia pratica preços de mercado.

- BRASKEM PN subia 6,3%, em meio a notícias nos últimos dias sobre a venda de participação por seus controladores, Petrobras e Novonor, antiga Odebrecht. A Petrobras disse na véspera que mantém seu posicionamento de buscar a venda integral de sua participação na petroquímica.

- ECORODOVIAS ON cedia 4%, após ter recomendação cortada para 'neutra' por JPMorgan. CCR ON, também rebaixada pelo banco, caía 1%.

- BANCO INTER UNIT e PN estendiam as perdas da véspera e marcavam queda de 1,5% e 1,85%, respectivamente, em nova sessão negativa para fintechs e empresas de tecnologia.

- JBS ON subia 0,9% e MARFRIG ON avançava 2%, após autoridades alfandegárias da China dizerem que aceitarão pedidos de importação de carne bovina brasileira que tenha recebido certificado sanitário antes de 4 de setembro, quando as exportações do produto do mercado brasileiro ao chinês foram suspensas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos