Ibovespa sobe com liquidez reduzida por feriado nos EUA e jogo do Brasil

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista tinha uma sessão positiva nesta quinta-feira, mas que deve ser marcada por baixa liquidez, diante da ausência de Wall Street por feriado nos Estados Unidos e jogo da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo à tarde.

Parte do alívio, após duas quedas seguidas do Ibovespa, tinha respaldo na decisão do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, de rejeitar ação da coligação do presidente Jair Bolsonaro (PL) pedindo verificação extraordinária do segundo turno da eleição.

Às 12:00, o Ibovespa subia 2,77 %, a 111.850,7 pontos. O volume financeiro somava 6 bilhões de reais.

No começo da semana, a representação no TSE adicionara ruído a um mercado já melindrado com as perspectivas fiscais do país e a ausência de definições sobre a equipe ministerial do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Essas questões (fiscal/ministérios), porém, mantêm o Ibovespa oscilando em margens estreitas, uma vez que sem decisões definitivas não há catalisadores para motivar compras - ou vendas.

De acordo com a XP Investimentos, as questões políticas locais seguem como o principal gatilho para a movimentação dos preços dos ativos locais e o foco continua na proposta de emenda constitucional que permitiria gastos acima do teto em 2023.

"Agentes financeiros seguem adicionando prêmios de risco aos ativos locais, em meio às indefinições relacionadas ao montante de gastos que deve ficar fora do teto nos próximos anos", observaram eles em comentário a clientes.

O penúltimo pregão da semana também incluía mais um dado mostrando aceleração da inflação no Brasil. O IPCA-15 de novembro subiu 0,53%, depois de alta de 0,16% no mês anterior, puxado por preços de combustíveis. A expectativa em pesquisa da Reuters era de avanço de 0,56%.

No Catar, o Brasil estreia na Copa do Mundo contra a seleção da Sérvia, às 16h (horário de Brasília).

As bolsas em Wall Street estão fechadas nesta sessão em razão do feriado do Dia de Ação de Graças.

DESTAQUES

- PETZ ON subia 8,09%, a 8,02 reais, buscando no clima mais tranquilo na sessão um apoio para reduzir as perdas no mês, que até a véspera superavam 15%.

- B3 ON valorizava-se 5,92%, a 12,7 reais, também reagindo após um começo de mês mais negativo. O papel tem queda de em torno de 15% em novembro. Analistas do Citi cortaram projeções de lucro para a companhia nesta semana e reduziram o preço-alvo de 17 para 14 reais, mas reiteraram recomendação de "compra", citando perspectiva de longo prazo.

- QUALICORP ON avançava 5,84%, a 6,16 reais, após fechar em uma mínima histórica na véspera, a 5,82 reais. No setor de saúde, REDE D'OR ON avançava 6,99% e SULAMÉRICA UNIT ganhava 6,28%.

- KLABIN UNIT perdia 0,56%, a 21,19 reais, com o setor de papel e celulose entre as poucas quedas do Ibovespa na sessão, em meio ao declínio do dólar ante o real e receios sobre o efeito de novos casos de Covid na China na demanda por commodities. SUZANO ON caía 0,11%, a 55,65 reais.

- PETROBRAS PN subia 2,65%, a 24,06 reais. Em meio a incertezas sobre a estratégia da petrolífera de controle estatal a partir de 2023, o senador Jean Paul Prates (PT-RN), do grupo de transição de governo, afirmou nesta quinta-feira que o governo Lula não será intevencionista na companhia. O petróleo operava em leve queda no exterior.

- VALE ON aumentava 1,08%, a 81,8 reais, endossada pela alta dos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian, que quebraram uma sequência de três perdas consecutivas. O contrato mais negociado encerrou as negociações diurnas com alta de 1,3%, a 732,0 iuanes (102,36 dólares) a tonelada.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançava 3,31%, a 26,87 reais, e BRADESCO PN valorizava-se 2,48%, a 15,71 reais, reforçando o tom positivo do Ibovespa no dia. No radar do setor, o Banco Safra disse na noite de quarta-feira que adquiriu o controle do conglomerado financeiro Alfa por 1,03 bilhão de reais.

(Por Paula Arend Laier)