Mercado fechará em 19 mins
  • BOVESPA

    107.944,79
    +939,57 (+0,88%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.427,14
    +137,23 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.842,20
    +1,00 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    29.062,60
    -933,34 (-3,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    647,25
    -26,12 (-3,88%)
     
  • S&P500

    3.882,66
    -18,13 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    31.141,08
    -112,05 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.657,25
    -221,00 (-1,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1397
    -0,0791 (-1,52%)
     

Ibovespa sobe com exterior, mas siderúrgicas pesam

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira avançava nos primeiros negócios nesta terça-feira, à medida que os mercados internacionais recuperavam-se parcialmente de recente liquidação, enquanto investidores locais digeriam a ata da última reunião de política monetária do Banco Central e dados de varejo.

Siderúrgicas cediam na abertura e limitavam os ganhos, após notícia que o governo avalia zerar o imposto de importação sobre onze produtos, incluindo o aço, e em meio à queda do minério de ferro na Ásia.

Às 10:16 (de Brasília), o Ibovespa subia 0,79%, a 104.069,55 pontos.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos