Mercado abrirá em 4 h 20 min
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,65
    +0,51 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.838,70
    +6,90 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    35.249,80
    -375,90 (-1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    811,38
    +568,70 (+234,34%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.652,52
    -313,03 (-1,25%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.505,00
    +78,50 (+0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1748
    -0,0152 (-0,25%)
     

Ibovespa sobe com apoio de NY, commodities e Embraer

·4 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira subiu nesta terça-feira, após duas sessões de queda, acompanhando desempenho positivo dos ativos de risco em todo o globo, na sequência de tombo na véspera por temores relacionados à Ômicron.

Papéis ligados a commodities deram suporte ao índice, além da disparada de 16% da Embraer, após sua unidade Eve acertar fusão com listagem na Bolsa de Nova York. O salto fez a empresa elevar seu valor de mercado em cerca de 2,4 bilhões de reais.

Vale foi a principal contribuição positiva, enquanto B3 ficou na ponta oposta.

O Ibovespa subiu 0,46%, a 105.499,88 pontos. O volume financeiro foi de 20,4 bilhões de reais, abaixo da média recente.

Os ativos de risco globais voltaram a subir, com a redução dos temores sobre a Ômicron, que derrubaram os mercados na véspera à medida países adotam restrições e avaliam medidas para conter o avanço da Covid-19, especialmente na Europa.

Após abrir em alta firme, o Ibovespa perdeu terreno e fechou com ganhos mais tímidos do que as bolsas nos EUA e na Europa. Os principais índices norte-americanos fecharam com valorização superior a 1,5% e o índice pan-europeu STOXX 600 subiu 1,4%.

Desde que a variante Ômicron foi identificada, o mercado vem reagindo com sensibilidade às notícias ligadas à pandemia, diante da incerteza sobre seus impactos.

"Ninguém tem dado suficiente para formar uma opinião de forma mais convicta(sobre a variante)", diz Lucas Collazo, especialista de investimentos da Rico Investimentos.

O Santander Brasil emitiu relatório projetando que o Ibovespa alcançará 125 mil pontos no fim de 2022, o que implica potencial de alta de cerca de 19% frente ao fechamento de segunda-feira, avaliando que o índice está atrativo frente às médias históricas.

A diminuição da liquidez conforme se aproximam os feriados de final de ano e a falta de notícias internas relevantes têm deixado o Ibovespa ainda mais refém do mercado externo.

Entre os poucos temas no noticiário doméstico, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou o Orçamento de 2022, que prevê 4,9 bilhões de reais para o fundo eleitoral e 1,7 bilhão de reais para reajuste de policiais. O texto será analisado em plenário ainda nesta terça-feira.

Além disso, a arrecadação federal teve alta real de 1,41% em novembro sobre igual mês do ano passado, a 157,3 bilhões de reais, divulgou a Receita Federal.

DESTAQUES

- EMBRAER ON disparou 16%, após a Eve acertar fusão com a SPAC norte-americana Zanite para listagem na Bolsa de Nova York, num negócio que avalia a subsidiária de carros voadores da Embraer em 2,9 bilhões de dólares. A Eve também anunciou novos acordos para entregas de até 500 aeronaves. Analistas do BTG Pactual incluindo Lucas Marquiori disseram que a combinação de negócios é positiva para Embraer, com avaliação maior do que a esperada pelo mercado para a Eve.

- ALPARGATAS caiu 4,4%, depois de ceder até 11,2%, após companhia anunciar acordo para compra de 49,9% da empresa norte-americana Rothy's, que transforma material reciclado em produtos de moda, por até 475 milhões de dólares. Analistas do Bradesco BBI incluindo Richard Cathcart avaliaram o negócio como positivo, mas com cautela porque a marca Rothy's ainda não é familiar.

- VALE ON subiu 2,6%, após os preços do minério de ferro avançarem para máximas de várias semanas na Ásia, sustentados pelas expectativas de melhora na demanda pela matéria-prima siderúrgica na China. Além disso, a Vale anunciou acordo vinculante com a Vulcan Minerals para venda da mina de carvão Moatize e o Corredor Logístico Nacala pelo total de 270 milhões de dólares.

- CSN ON subiu 4,8%, USIMINAS PN avançou 3,1% e GERDAU PN teve alta de 1,65%, também na esteira dos ganhos do minério.

- AZUL PN avançou 7,9% e GOL PN subiu 5,1%.

- PETROBRAS PN e ON subiram 0,14% e 0,46%, respectivamente, apesar da alta de mais de 3% do petróleo Brent.

- BANCO INTER UNIT cedeu 2,7% e PN caiu 3,65%, os dois papéis marcando a quarta queda consecutiva. Ainda no setor financeiro, B3 recuou 3,1%.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos