Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,75
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.785,40
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    32.656,15
    -2.671,60 (-7,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    785,99
    -64,36 (-7,57%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.460,79
    -28,21 (-0,10%)
     
  • NIKKEI

    28.663,68
    +652,75 (+2,33%)
     
  • NASDAQ

    14.144,00
    +14,00 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9669
    -0,0084 (-0,14%)
     

Ibovespa renova máxima intradia impulsionado por dados dos EUA

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa registrava forte avanço na primeira sessão de novembro, alcançando nova máxima intradia ainda pela manhã, com dados econômicos dos Estados Unidos conduzindo o movimento positivo do mercado.

Às 11:33, o Ibovespa subia 0,97 %, a 108.258,87 pontos. O volume financeiro somava 5,19 bilhões de reais.

A criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos desacelerou menos do que o esperado em outubro com empregadores abrindo 128 mil novas vagas, contra estimativas de analistas de 89 mil, aliviando momentaneamente temores de uma desaceleração econômica global.

Em Wall Street, o S&P 500 avançava 0,8%, também renovando máxima histórica.

A guerra comercial EUA-China continua em pauta após notícias mistas na véspera. O assessor da Casa Branca Larry Kudlow afirmou nesta sexta-feira que a "Fase Um" do acordo ainda não está concluída, mas o capítulo sobre agricultura está praticamente pronto, assim como os trechos sobre serviços financeiros e moedas.

"Por enquanto, ainda está incerto onde e quando será o encontro entre os países", afirmou a XP Investimentos, em referência a possível assinatura de um acordo na reunião cancelada da Apec, que seria no Chile. A XP afirmou ainda que as circunstâncias atuais devem forçar Trump a chegar a um acordo com a China, mirando as eleições de 2020.

No cenário doméstico, a indústria brasileira registrou aumento da produção no terceiro trimestre após três quedas, depois de registrar o melhor resultado para setembro em dois anos.

DESTAQUES

- SUZANO ON saltava ,5,70%, na liderança do índice. A empresa registrou prejuízo bilionário no terceiro trimestre, suspendeu suas previsões de produção de celulose para 2019. Com as paradas na produção o estoque de celulose diminuiu em cerca de 450 mil toneladas.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançava 0,95%, após anunciar compra da companhia mineira de serviços de tecnologia Zup IT por valor que pode chegar a mais de meio bilhão de reais. SANTANDER UNT ganhava 0,21%, após forte queda da véspera.

- JBS ON caía 0,99%, com o setor tendo sessão negativa. MARFRIG ON perdia 0,74% e BRF FOODS ON cedia 1,30%.

- MAGAZINE LUIZA ON valorizava-se 3,45%, em mais um forte movimento da varejista, que teve uma semana marcada por muita volatilidade.

- VALE ON subia 2,73%, endossando a alta do índice. A mineradora recebeu documento suspendendo os efeitos de interrupção da operação da mina de Alegria, no complexo de Mariana (MG), que se encontra paralisada desde março de 2019.

- PETROBRAS ON e PETROBRAS PN avançavam 2,26% e 2,60%, respectivamente, também corroborando para o movimento de alta do índice.

- CIELO ON recuava 0,79%, em sua terceira sessão seguida de queda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos