Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.488,19
    +1.143,09 (+2,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.485,62
    +49,83 (+3,47%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Ibovespa recua com Vale, mas sobe na semana com exterior

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira, pressionado particularmente pelo declínio de Vale após a ação renovar máximas históricas na semana, enquanto siderúrgicas figuraram entre os destaques positivos dado o ambiente ainda favorável para os preços do aço no Brasil.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 0,36%, a 117.882,11 pontos, de acordo com dados preliminares, encerrando a semana com avanço de 2,28%, em boa parte apoiado em perspectivas otimistas para a recuperação da economia norte-americana.

O volume financeiro somava 23,7 bilhões de reais, mais uma vez abaixo da média diária do ano, diante de fragilidades relacionadas à situação fiscal e à pandemia de Covid-19 no país.

(Por Paula Arend Laier)