Mercado fechado

Ibovespa recua após semana positiva de olho em transição de governo

Bolsa de Valores B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa mostrava certa fraqueza nesta segunda-feira, após uma semana positiva, com SLC Agrícola e Embraer entre as maiores quedas após dados do terceiro trimestre, enquanto agentes financeiros aguardam novidades sobre a transição do governo brasileiro, principalmente na área econômica.

Às 11:45, o Ibovespa caía 0,53%, a 117.524,86 pontos. Na mínima, no começo do pregão, caiu a 117.199,73 pontos. Na máxima, chegou a 118.239,86 pontos. O volume financeiro somava 6,7 bilhões de reais.

Na última sexta-feira, o Ibovespa fechou em alta de mais de 1%, acumulando na semana um ganho superior a 3%, ajudado por compras de estrangeiros e perspectivas de uma transição pacífica em Brasília, apesar de manifestações contrárias à vitória de Luiz Inácio Lula da Silva sobre Jair Bolsonaro.

As atenções estão voltadas ao noticiário sobre potenciais nomes para participar da transição, bem como as negociações por mais gastos fiscais no Orçamento do ano que vem, enquanto aguardam o anúncio da equipe ministerial de Lula após sua vitória em 30 de outubro.

O presidente-eleito reúne-se com sua equipe de transição nesta segunda-feira, tendo como pano de fundo informações de que convidou Persio Arida e André Lara Resende, economistas que ajudaram a desenhar o Plano Real que estabilizou a economia nos anos 1990, para fazer parte do grupo.

Para Dan Kawa, diretor de investimentos da TAG Investimentos, o cenário permanece ainda sem definição e muita especulação sobre o que será da agenda econômica do governo Lula.

Ele acrescentou, contudo, que o investidor estrangeiro tem estado disposto a dar o benefício da dúvida ao governo Lula e está vendo fluxo de suporte aos ativos locais no curto prazo. "Não há argumentos contra este movimento de mercado, que pode continuar", avaliou em comentário a clientes.

Nos primeiros três pregões após o resultado da disputa presidencial, o saldo de capital externo no mercado secundário de ações brasileiro ficou positivo em 2,9 bilhões de reais, conforme os dados mais recentes disponíveis no site da B3.

No exterior, as bolsas norte-americanos não mostravam uma direção única, com o foco de investidores mudando para as eleições de meio de mandato na terça, que determinarão o controle do Congresso norte-americano. O S&P 500 tinha elevação de 0,2%, mas o Nasdaq cedia 0,1%.

A partir dessa segunda-feira, em razão do término do horário de verão nos Estados Unidos, a bolsa paulista terá seu pregão alongado em 1h, com o call de fechamento se encerrando às 18h.

DESTAQUES

- SLC AGRÍCOLA ON recuava 3,58%, a 46,04 reais, após reportar na sexta-feira prejuízo líquido de 78,3 milhões de reais para o terceiro trimestre, revertendo lucro de ano antes, em razão da produtividade menor do algodão e do milho na última temporada, além de maior despesa financeira.

- EMBRAER ON perdia 2,73%, a 13,17 reais, na esteira de dados operacionais que mostraram que a fabricante de aviões entregou um total de 33 jatos no terceiro trimestre, ante 30 no mesmo período de 2021. A empresa também reiterou projeção para 2022, mesmo com o impacto setorial das restrições na cadeia global de suprimentos.

- BB SEGURIDADE ON avançava 0,71%, a 29,99 reais, tocando uma máxima intradia desde fevereiro de 2020 a 30,89 reais no melhor momento desta segunda-feira. A empresa de participações em seguros e previdência do Banco do Brasil reportou mais cedo um salto de 69% no lucro líquido do terceiro trimestre.

- PETROBRAS PN caía 1,34%, a 27,92 reais, com o declínio desde o desfecho da eleição chegando a cerca de 14%, em meio a incertezas sobre os reflexos na companhia da troca de governo. No radar, os preços do petróleo Brent rondavam a estabilidade, a 98,56 dólares o barril nesta sessão.

- VALE ON subia 0,18%, a 72,38 reais, após o salto de 7,6% na sexta-feira, diante de nova alta do minério de ferro na China, mesmo após Pequim reafirmar no fim de semana que irá manter sua política de Covid zero. O contrato mais negociado em Dalian fechou as negociações diurnas em alta de 2,1%,

- ITAÚ UNIBANCO PN cedia 0,69%, a 30,14 reais, e BRADESCO PN recuava 1,19%, a 19,17 reais, enquanto BANCO DO BRASIL ON mostrava declínio de 1,71%, a 38,59 reais.

- MÉLIUZ ON avançava 1,57%, a 1,29 real, após queda de quase 3,8% no último pregão, que interrompeu uma série de cinco sessões de alta. Desde que a empresa de programas de fidelidade anunciou que estuda cisão e listagem de seu banco digital Bankly, a ação acumula elevação de mais de 20%. A empresa divulga balanço trimestral na terça-feira, após o fechamento.

(Edição Alberto Alerigi Jr.)