Mercado fechará em 3 h 3 min
  • BOVESPA

    103.734,76
    +1.819,30 (+1,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.417,89
    +719,17 (+1,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,31
    +2,13 (+3,22%)
     
  • OURO

    1.788,90
    +12,40 (+0,70%)
     
  • BTC-USD

    58.665,02
    +1.029,12 (+1,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.494,94
    +25,86 (+1,76%)
     
  • S&P500

    4.639,59
    +72,59 (+1,59%)
     
  • DOW JONES

    34.912,50
    +428,78 (+1,24%)
     
  • FTSE

    7.138,59
    +79,14 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.343,50
    +193,00 (+1,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3736
    +0,0036 (+0,06%)
     

Ibovespa perde fôlego e fecha quase estável antes de decisão de juros

·3 min de leitura
Sede B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou praticamente estável nesta quarta-feira, perdendo fôlego no fim do pregão, com a cautela prevalecendo antes de decisão de política monetária do Banco Central e o risco de um aumento mais forte na Selic.

Índice de referência no mercado acionário brasileiro, o Ibovespa encerrou com variação negativa de 0,05%, a 106.363,10 pontos, após os ajustes finais do pregão. Na máxima do dia, chegou a superar os 108 mil pontos (+1,7%). O volume financeiro somou 27,7 bilhões de reais.

Um alívio nos juros futuros abriu espaço para a tentativa de recuperação na bolsa paulista nesta sessão, após o Ibovespa cair mais de 2% na véspera, quando o IPCA-15 endossou apostas de um aumento mais potente na Selic nesta quarta-feira.

Mas sem mudança efetiva no prognóstico, o Ibovespa arrefeceu, uma vez que a bolsa tende a responder negativamente à perspectiva de juros mais altos no horizonte, entre outras razões, pelo efeito no custo de capital das empresas e potencial migração de recursos da renda variável para a renda fixa.

"Se antes a gente trabalhava com mais uma alta de 1 ponto percentual, isso não vai ser suficiente e vai ser uma sinalização péssima para o mercado e para os investidores", disse o diretor de investimentos da Kilima Asset, Eduardo Levy.

Após o presidente Jair Bolsonaro ter decidido romper o teto de gastos, afirmou, o ministro da Economia acabou jogando para o BC a responsabilidade de conter os mercados e obviamente segurar a inflação de uma maneira muito mais incisiva.

"Hoje, nada menos do que 1,5 ponto vai ajudar", avaliou, acrescentando que o mercado também já precifica outras altas significativas que provavelmente farão o BC romper a barreira psicológica de dois dígitos para a Selic.

Desde a semana passada, vários bancos vêm revisando suas projeções para esta decisão do Copom, com muitos economistas já estimando alta de 1,5 ponto percentual e enxergando uma taxa de dois dígitos no final do ciclo de alta.

O pregão nesta quarta-feira ainda contou com a repercussão a balanços corporativos de nomes como Santander Brasil, Gerdau, Banco Inter e Weg, com as respectivas ações mostrando desempenho sem direção comum.

DESTAQUES

- BANCO INTER UNIT e BANCO INTER PN subiram 0,7% e 0,6%, respectivamente, após o banco digital reverter prejuízo e lucrar 19,2 milhões de reais no terceiro trimestre, mais do que dobrando a carteira de crédito no período.

- SANTANDER BRASIL UNIT fechou quase estável, mesmo após divulgar alta de 12,5% no lucro do terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, com o ROE no melhor patamar histórico. No setor, BRADESCO PN subiu 1,33% e ITAÚ UNIBANCO PN avançou 0,76%.

- EZTEC ON valorizou-se 5%, em sessão de recuperação do setor imobiliário, na esteira do alívio na curva de juros. O índice do segmento na B3, que também inclui ações de shoppings, subiu 3,11%. MULTIPLAN ON, que divulga resultado após o fechamento do mercado nesta quarta-feira, encerrou com acréscimo de 4,6%.

- PETRORIO ON recuou 6,6%, em sessão de forte queda dos preços do petróleo no exterior. A companhia anunciou na véspera que iniciou a produção de poço em Tubarão Martelo com volume de 3,8 mil barris/dia.

- GERDAU ON perdeu 2,5%, revertendo ganhos do começo do dia, quando subiu 3,67% após salto no lucro do terceiro trimestre. A companhia espera recuperação mais lenta que o esperado no setor automotivo. No setor de mineração, VALE ON caiu 2,3%.

- PETROBRAS PN cedeu 0,2%, tendo de pano de fundo a queda do preço do petróleo no exterior, enquanto Bolsonaro voltou a falar que considera privatizar a empresa e que ela serve para lhe dar "dor de cabeça" e prestar serviço aos acionistas.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

(Edição de Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos