Mercado fechará em 2 h 46 min

Ibovespa acelera alta em meio a eleição americana e ação dos BCs

Ana Carolina Neira

Bolsa teve manhã de alta, mas depois passou a cair O Ibovespa voltou a subir nesta quarta-feira, após movimentos de alta e baixa mais cedo. O mercado analisa como será a campanha presidencial dos EUA e as influências externas. Os mercados americanos operam no azul com recepção positiva da vitória do ex-vice-presidente Joe Biden contra o candidato considerado mais à esquerda, Bernie Sanders, durante as primárias do Partido Democrata. O alívio do mercado financeiro americano acontece após o susto de ontem com a redução surpresa de juros pelo Federal Reserve (Fed).

Os ativos no Brasil também reagem à ação conjunta dos principais bancos centrais ao redor do mundo para conter os efeitos negativos do coronavírus na economia também ajuda na recuperação dos mercados globais. Afinal, não há dúvidas de que a doença impactará a atividade econômica, mas os esforços são bem avaliados, ao mesmo tempo em que as notícias sobre a disseminação do vírus já não são tão desastrosas.

Internamente, os investidores analisam a informação de que o PIB brasileiro cresceu 1,1% em 2019.

Às 15h36, o Ibovespa subia 1,37%, aos 106.936 pontos. No melhor momento do dia, foi aos 107.809 pontos. No pior, a 105.042.