Mercado fechado

Ibovespa opera com volatilidade; cena externa segue no radar

Marcelle Gutierrez
·2 minutos de leitura

Investidores receberam ainda a ata da última reunião do Copom O Ibovespa inicia o pregão desta terça-feira em leve alta, após ter fechado ontem no menor patamar desde o início de julho, em linha com o nervosismo que assolou os mercados mundiais causado pelo aumento de casos da covid-19 e escândalo no setor bancário americano. Hoje, os investidores digerem a ata da reunião da semana passada do Comitê de Política Monetária (Copom) e aguardam discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, às 11h. Às 11h42, o Ibovespa cedia 0,09%, aos 96.903 pontos. O giro financeiro estava em R$ 5 bilhões, com projeção de atingir R$ 22,45 bilhões até o fim do dia. Em Nova York, o Dow Jones, o S&P 500 e o Nasdaq tinham leve avanço. No exterior, as atenções seguem no avanço da covid-19, a medida que podem resultar em novos fechamentos das economias, ainda em recuperação. No Reino Unido, o primeiro-ministro, Boris Johnson, anunciou novas medidas para frear a disseminação do vírus, como fechamento às 22h de pubs, restaurantes e bares a partir de quinta-feira. O premiê, contudo, garantiu que isso não é um retorno do “lockdown” total de março. A ata do Copom não trouxe grandes novidades em relação ao comunicado da semana passada. De acordo com análise publicada pelo Valor, o Copom mantém possibilidade de cortes de juros, caso sejam necessários, e são altos requisitos para retirar a sinalização de manter Selic baixa. A novidade foi a avaliação sobre as condições para manutenção do “forward guidance”, com promessa de manter juros baixos mesmo que condições econômicas demandem aperto monetário. No corporativo, a recuperação dos preços do petróleo podem impulsionar as ações da Petrobras, que possuem grande representatividade no Ibovespa. Já Vale ON recuava com novo recuo do preço do minério de ferro, de 2,10%, a US$ 117,30 a tonelada. As ações também passam a ser negociadas “ex-dividendos” a partir de hoje, ou seja, se direito ao provento de R$ 2,40 por ação anunciado no início do mês.