Mercado fechado

Ibovespa opera acima dos 109 mil pontos diante de otimismo com acordo EUA-China

Por Peter Frontini

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa tinha firme avanço na primeira sessão da semana, tocando o patamar de 109 mil pontos pela primeira vez, guiado pelo otimismo internacional com a possibilidade de um acordo comercial entre Estados Unidos e China.

Às 12:33, o Ibovespa subia 0,78%, a 109.042,46 pontos. O volume financeiro somava 4,7 bilhões de reais.

A possibilidade de um acordo entre EUA e China animava os mercados nesta segunda-feira, com o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, dizendo no domingo que não havia razão para que o acordo não esteja no caminho certo para ser assinado ainda este mês.

O Ministério das Relações Exteriores da China disse nesta segunda-feira que o presidente Xi Jinping e Donald Trump têm estado em contato por "vários meios", mas não detalhou quando e onde Xi poderá encontrar Trump.

No Brasil, as atenções se voltam para o amplo conjunto de medidas econômicas que serão anunciadas durante este semana, com expectativas de que o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes, entreguem as medidas ao Senado às 11h de terça-feira.

Também continua repercutindo a temporada de balanços trimestrais das empresas listadas na bolsa paulista, com Itaú Unibanco marcado para divulgar após a sessão desta segunda-feira.

Para analistas da XP Investimentos, os resultados do terceiro trimestre serão relativamente fracos, em geral, impactados pelo cenário econômico desafiador.


DESTAQUE

- TELEFÔNICA BRASIL PN avançava 1,7%. A empresa divulgou lucro líquido proforma de 1,046 bilhões de reais no terceiro trimestre, abaixo de estimativas, mas espera melhor resultados no quarto trimestre e crescimento forte a partir de 2020, segundo presidente.


- NOTRE DAME INTERMÉDICA ganhava 1,3%, após anunciar aquisição da Clinipam por 2,6 bilhões de reais, adicionando 333 mil clientes para a companhia.


-ITAÚ UNIBANCO PN avançava 0,5%, antes de divulgar balanço após o encerramento da sessão, em dia positivo para os bancos listados na bolsa paulista. BRADESCO PN subia 0,75% e SANTANDER UNT valorizava-se 0,9%.


-MAGAZINE LUIZA ON recuava 1,5%, após iniciar a sessão em forte alta. A empresa acumulou mais de 12% de alta na última semana.


- VALE ON avançava 2,3%, exercendo forte peso positivo sobre o índice.


- BB SEGURIDADE ON subia 0,2%, após reportar crescimento de 21,3% no lucro líquido ajustado do terceiro trimestre e elevar projeção de crescimento de lucro para o ano.


- PETROBRAS PN valorizava-se 1%, em linha com a alta dos contratos futuros do petróleo.


-CSN ON ganhava 3,3%, entre as maiores altas do índice. Os papéis da empresa caíram mais de 10% durante o mês de outubro.