Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.986,42
    +943,95 (+0,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.326,91
    +421,85 (+1,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    43,07
    +0,65 (+1,53%)
     
  • OURO

    1.834,80
    -37,60 (-2,01%)
     
  • BTC-USD

    18.350,09
    -104,66 (-0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    362,93
    +1,50 (+0,42%)
     
  • S&P500

    3.571,39
    +13,85 (+0,39%)
     
  • DOW JONES

    29.535,64
    +272,16 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.333,84
    -17,61 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    26.486,20
    +34,66 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    25.527,37
    -106,93 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.885,25
    -20,50 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4386
    +0,0587 (+0,92%)
     

Ibovespa mantém viés positivo com ajuda de balanços sem tirar exterior do foco

Por Paula Arend Laier
·2 minuto de leitura
.
.

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa mantinha o viés positivo nesta terça-feira, com BRF entre as maiores altas após resultado trimestral acima do esperado, enquanto agentes financeiros dividem as atenções entre outros balanços e o cenário externo.

Às 10:58, o Ibovespa <.BVSP> subia 0,6 %, a 104.133,52 pontos. O volume financeiro somava 5,2 bilhões de reais.

Nos Estados Unidos, os futuros acionários não mostravam uma direção única, com o mini contrato do S&P 500 <EScv> e do Nasdaq 100 <NQcv1> experimentando uma pausa nos ganhos após o rali da véspera, enquanto o mino do Dow <1YMcv1> engatava nova alta.

"Investidores ponderam novidades e riscos do cenário passadas as eleições e a euforia com os avanços no desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus", observou a equipe da Guide Investimentos.

Também no radar está o esperado anúncio do rebalanceamento de índices MSCI que entrará em vigor em 1º de dezembro, previsto para o final do pregão.

No caso do MSCI Brasil <.MIBR00000PUS>, a equipe do Morgan Stanley espera a entrada de Alpargatas <ALPA4.SA>, Eneva <ENEV4.SA>, Lojas Americanas <LAME4.SA> e uma empresa de tecnologia.

DESTAQUES

- BRF ON <BRFS3.SA> subia 6,76%, após lucro de 218,7 milhões de reais no terceiro trimestre, ligeiramente acima das expectativas dos analistas, impulsionado por um forte desempenho no Brasil no período.

- PETRORIO ON <PRIO3.SA> avançava 6,02%, na esteira de dados operacionais preliminares de outubro.

- EMBRAER ON <EMBR3.SA> perdia 3,51%, em meio a prejuízo de 121 milhões de dólares no terceiro trimestre, uma vez que a pandemia de coronavírus restringiu as viagens ao redor do mundo, atingindo a demanda por jatos comerciais.

- BTG PACTUAL UNIT <BPAC11.SA> recuava 1,78%, tendo de pano de fundo queda de 5,3% no lucro líquido recorrente do terceiro trimestre, com despesas operacionais mais altas ofuscando a expansão da receita.

- PETROBRAS PN <PETR4.SA> subia 1,71%, favorecida pela alta do petróleo no exterior. A companhia também divulgou que as suas vendas totais de diesel em outubro somaram cerca de 4 milhões de metros cúbicos, alta de 6,3% ano a ano.

- VALE ON <VALE3.SA> avançava 0,24%, com os futuros do minério de ferro na China registrando a terceira sessão consecutiva de ganhos nesta terça-feira.

- ITAÚ UNIBANCO PN <ITUB4.SA> mostrava elevação de 1,12%, em meio ao clima mais positivo no mercado como um todo, com BRADESCO PN <BBDC4.SA> valorizando-se 2,27%, em sessão com evento do banco com analistas e investidores.

- MAGAZINE LUIZA ON <MGLU3.SA> subia apenas 0,3%, mesmo após forte alta no lucro no terceiro trimestre, 215,9 milhões de reais, apoiada também na reabertura de lojas físicas e na diluição de custos.