Mercado abrirá em 2 h 53 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,65
    +0,78 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.941,50
    -3,80 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    22.986,77
    +57,80 (+0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.785,46
    +13,76 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.125,00
    -27,00 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    +0,0125 (+0,23%)
     

Ibovespa hesita com Americanas em foco em dia com anúncio econômico e inflação nos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista abria sem viés claro nesta quinta-feira, com as atenções voltadas para as ações da Americanas, que derretiam após a descoberta preliminar de cerca de 20 bilhões de reais em "inconsistências" contábeis no balanço da companhia, que levou à renúncia do presidente-executivo e do diretor financeiro na véspera.

O penúltimo pregão da semana ainda destaca o anúncio de medidas econômicas pelo ministro da Fazenda, Fernando, Haddad, bem como dados de inflação ao consumidor nos Estados Unidos.

Às 10:08, o Ibovespa subia 0,1%, a 112.634,38 pontos, após seis altas seguidas, período em que acumulou elevação de 8%.

No mesmo horário, o contrato futuro do Ibovespa com vencimento mais curto, para 15 de fevereiro, recuava 0,55, a 113.370 pontos.

(Por Paula Arend Laier)